Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 11 de junho de 2021.
Dia da Marinha Brasileira.
Porto Alegre,
sexta-feira, 11 de junho de 2021.

Opinião

Compartilhar

Artigo

- Publicada em 03h00min, 11/06/2021.

Porto Alegre: empreendedorismo à vista

Rodrigo Lorenzoni
O primeiro semestre da gestão de Sebastião Melo (MDB) e Ricardo Gomes (DEM) frente à prefeitura de Porto Alegre descortina um novo cenário para empreendedores e investidores, algo promissor quando vislumbramos o desenvolvimento econômico e, consequentemente, a geração de emprego e renda na capital gaúcha.
O primeiro semestre da gestão de Sebastião Melo (MDB) e Ricardo Gomes (DEM) frente à prefeitura de Porto Alegre descortina um novo cenário para empreendedores e investidores, algo promissor quando vislumbramos o desenvolvimento econômico e, consequentemente, a geração de emprego e renda na capital gaúcha.
Sobram exemplos positivos no nosso horizonte. A Lei de Liberdade Econômica, regulamentada em abril, eliminou a burocracia e conferiu poderes perante a máquina estatal ao cidadão que deseja iniciar um negócio.
O programa Creative diminuiu o Imposto Sobre Serviços (ISS) para as empresas de inovação de 5% para 2% um incentivo importante para o setor tecnológico, cujo alto potencial para promover disrupturas mercadológicas deve ser sempre considerado pela administração pública.
Paralelamente, o tempo de abertura de empresas continua caindo em Porto Alegre. Em 2017, um empreendedor levava em média 41 dias para finalizar os trâmites para início de um negócio. Hoje, o prazo médio é de cinco dias. Se criar empresas é importante, mantê-las ativas e pujantes é decisivo para sustentar essa janela de prosperidade. Tramitam na Câmara de Vereadores dois projetos do Executivo: o de recuperação fiscal e o de microcrédito. Enquanto um dá fôlego às empresas a partir do parcelamento das dívidas contraídas junto ao poder público, o outro é um impulso para pequenos empreendedores investirem. Um alívio para as empresas que sofreram com a crise causada pela pandemia.
No campo da zeladoria, responsável por manter vivas as cores e a harmonia da nova paisagem, está em andamento o ambicioso plano de revitalização do Centro Histórico. Maior polo comercial do Estado, a região receberá obras de infraestrutura, incremento na segurança e melhorias na mobilidade urbana. A abertura do Mercado Público aos domingos demonstra a nova visão da prefeitura para a região.
A sequência de ações pró-empreendedorismo vem acompanhada por boas notícias sobre investimentos privados: o Cais Embarcadero tornou-se realidade, a Starbucks e o Hard Rock Cafe anunciaram a abertura de lojas - hoje protagonistas, indicam que há muito mais por vir.
O empreendedorismo finalmente está à vista em Porto Alegre.
Secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (DEM)
Comentários CORRIGIR TEXTO