Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 24 de maio de 2021.
Dia Nacional do Café.
Porto Alegre,
segunda-feira, 24 de maio de 2021.

Opinião

Compartilhar

artigo

- Publicada em 17h23min, 24/05/2021.

25 de maio: Dia do Serviço de Saúde

Vera Daisy Barcellos
No dia em que se comemora, no Brasil, o Dia do Serviço de Saúde, vivemos um cenário social de pandemia da Covid-19, que explicita a necessidade de avanços na organização do trabalho que oferta atendimento essencial à toda população. O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS (Sindjors) compreende, muito bem, a luta dos trabalhadores da saúde, em especial da enfermagem, que há mais de uma década reivindicam a regulamentação do piso salarial e da jornada de 30h.
No dia em que se comemora, no Brasil, o Dia do Serviço de Saúde, vivemos um cenário social de pandemia da Covid-19, que explicita a necessidade de avanços na organização do trabalho que oferta atendimento essencial à toda população. O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS (Sindjors) compreende, muito bem, a luta dos trabalhadores da saúde, em especial da enfermagem, que há mais de uma década reivindicam a regulamentação do piso salarial e da jornada de 30h.
Com a pandemia, nossa profissão também foi reconhecida como essencial e, igualmente, tem lutas importantes em busca da valorização e do respeito. O jornalismo é o primeiro rascunho da historiografia dos acontecimentos que atingem a sociedade. Prova disso é o editoral do Jornal do Comércio do dia 27 de fevereiro de 2020, sob o título “Coronavírus chega ao Brasil e à economia nacional”, anunciando a sombra da doença perigosa que já ceifou cerca de 450 mil vidas no País. O tema também ocupou suas páginas da editoria de Geral.
Desde 11 de março de 2020, quando a OMS elevou o estado de contaminação à pandemia de Covid-19, em semanas, os serviços de saúde sofreram uma drástica transformação que explicitou a importância do SUS e de todos os profissionais que estão na linha de frente da saúde pública, em especial. O serviço dos jornalistas também foi alterado, nas ruas, convivendo com o medo de contaminação, ou superando os desafios impostos pelo necessário home office.
Chegamos a 452 dias de um exercício diário de informar, em meio a um cenário trágico, onde a informação tem sido um poderoso remédio em tempos de fake news. Ao rol de notícias, foi incluído o acompanhamento à triste escalada da pandemia.
Como se chega a todas estas informações? Pelo trabalho atento de pesquisa de profissionais que, independente de também terem sido envolvidos, pessoalmente, em um roldão de perdas familiares, continuam, dia a dia, na luta de ultrapassar as barreiras do afastamento físico das fontes e dos fatos.
Hoje, 25 de maio, somamos à nossa rotina no trabalho de informar a justa homenagem a quem faz o serviço de saúde no País. Atividades que compreendem a saúde como a maior prioridade, mas que também precisam ser reconhecidas e valorizadas.
Presidenta do Sindjors
Comentários CORRIGIR TEXTO