Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 04 de maio de 2021.
Porto Alegre,
terça-feira, 04 de maio de 2021.

Opinião

Compartilhar

artigo

- Publicada em 03h00min, 04/05/2021.

Precisamos falar sobre o Banrisul

Ricardo R. Hingel
O Banrisul é o principal ativo do Estado no que tange às estatais. Em 2019 chegou a valer em bolsa R$ 10,8 bi e hoje seu valor de mercado é de R$ 5,3 bi. Essa diferença é a destruição de valor do patrimônio público e privado. Atualmente suas ações negociam na B3 a 63% de seu valor patrimonial. Desde que a atual administração assumiu, as ações do Banco caíram mais de 50%, sem paralelo com as principais instituições financeiras.
O Banrisul é o principal ativo do Estado no que tange às estatais. Em 2019 chegou a valer em bolsa R$ 10,8 bi e hoje seu valor de mercado é de R$ 5,3 bi. Essa diferença é a destruição de valor do patrimônio público e privado. Atualmente suas ações negociam na B3 a 63% de seu valor patrimonial. Desde que a atual administração assumiu, as ações do Banco caíram mais de 50%, sem paralelo com as principais instituições financeiras.
A desvalorização acentuada é devida ao seu desempenho e, principalmente, à falta de perspectivas indicadas por seus gestores. Sua performance afetou negativamente a negociação das ações e fez com que o Banrisul saísse do IBX-100 em 2020.
Não há diretrizes estratégicas ou novos rumos que permitam que a instituição enfrente adequadamente um mercado fortemente inovador e disruptivo.
O resultado ruim de 2020, quando o lucro caiu quase 50%, refletiu sua inação mercadológica e uma clara resignação e não apenas a pandemia. Cabe aqui referir que o crédito no Brasil cresceu 15,5% em 2020, alguns dos principais bancos mais, enquanto no Banrisul ficou em 3,9%.
Em linhas de crédito importantes, como o consignado, o mercado cresceu 14,4%, o Banrisul 6,6% e no imobiliário o mercado aumentou em 11,6%, ficando no Banrisul em 0%, em que pese a abundância de recursos em caixa. Saliente-se que o consignado representa quase a metade da carteira e próximo de 60% da receita de crédito. Enquanto os principais bancos diversificam seu crédito, o Banrisul concentra e depende do consignado. Houve o encolhimento do crédito às empresas nos últimos anos, conforme reportado pelo banco, mas ali o mercado cresceu em 2020.
Visando reduzir despesas, em 2020 foi realizado um PDV que retirou, apenas da rede de agências, próximo de 700 funcionários, o que certamente levará junto a perdas operacionais, comerciais e de receitas. Na página 17 do Relatório da Administração é relatada a redução do market-share em todas as linhas ali reportadas.
Recentemente elaborei um amplo estudo sobre o Banrisul, que oportunamente será disponibilizado, comparando com o mercado e os principais bancos, com o uso de informações públicas e meus onze anos como diretor da instituição. O resultado é preocupante.
É importante ressaltar que o Banrisul permanece sólido e líquido e com fartos recursos em caixa, porém, resultante de tudo, é evidente sua desidratação e encolhimento. E o tempo está passando.
Consultor de empresas e ex-diretor do Banrisul
 
Comentários CORRIGIR TEXTO