Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 31 de março de 2021.
Dia da Integração Nacional. Dia da Saúde e Nutrição.
Porto Alegre,
quarta-feira, 31 de março de 2021.

Opinião

Compartilhar

artigo

- Publicada em 18h22min, 31/03/2021.

Com lojas abertas ou fechadas, empresários precisam do e-commerce nesta Páscoa

Jonathan Cardoso
Neste ano, a expectativa de movimentação do comércio devido à páscoa vai de encontro às restrições de abertura de lojas impostas devido à pandemia. Muitos empresários estão pedindo pela mudança nas regras durante o feriado para garantir as vendas. Mas, mais do que expandir os horários de funcionamento do comércio, é importante que os comerciantes voltem sua atenção para o e-commerce.
Neste ano, a expectativa de movimentação do comércio devido à páscoa vai de encontro às restrições de abertura de lojas impostas devido à pandemia. Muitos empresários estão pedindo pela mudança nas regras durante o feriado para garantir as vendas. Mas, mais do que expandir os horários de funcionamento do comércio, é importante que os comerciantes voltem sua atenção para o e-commerce.
Muitas empresas ainda dependem das lojas físicas, mas essa necessidade de receber consumidores para a sobrevivência deve ser cada vez menor. Na Páscoa do ano passado, quando ainda estávamos no início da pandemia, o aumento das compras online foi de 300% em relação a 2019. Ao longo de 2020, as vendas via internet continuaram seguindo tendências mundiais de consumo via internet e o e-commerce cresceu 75% durante a pandemia.
Pessoas que antes iam às lojas atrás dos produtos, agora irão iniciar, e possivelmente finalizar, suas compras online. Digo isso não para declarar o fim das lojas físicas, que continuarão com um papel importante no consumo, mas para atentar à necessidade de adaptação a um modelo de vendas que tem ganhado cada vez mais espaço entre os consumidores brasileiros.
Assim, é essencial aprender a se destacar neste meio. Aqueles que deixarem de atualizar seus sites ou de trabalhar na estratégia de vendas pela internet, estarão perdendo um público relevante para outras marcas que continuam investindo no e-commerce.
CEO e fundador da Wave Commerce
Comentários CORRIGIR TEXTO