Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 26 de janeiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 26 de janeiro de 2021.

Opinião

Compartilhar

artigo

- Publicada em 15h31min, 26/01/2021.

Pelos ideais que nos unem como Nação

Alexandre Bobadra
Após 16 anos sofrendo um processo de aculturação imposto pela esquerda, chegou o momento de recuperar valores e resgatar o respeito e a ordem - fatores fundamentais ao equilíbrio e desenvolvimento de uma nação. Foram anos de distorções e obscurantismo político que contaminaram os pilares de nossa sociedade.
Após 16 anos sofrendo um processo de aculturação imposto pela esquerda, chegou o momento de recuperar valores e resgatar o respeito e a ordem - fatores fundamentais ao equilíbrio e desenvolvimento de uma nação. Foram anos de distorções e obscurantismo político que contaminaram os pilares de nossa sociedade.
Todo o sistema foi comprometido com a desestruturação e banalização do desrespeito ao povo brasileiro de forma idealizada para fomentar uma gigantesca massa de manobra onde a pobreza e a violência prosperaram.
Felizmente essa época do interesse particular acima do bem comum cansou a população que sistematicamente vem demonstrando nas urnas sua insatisfação.
Não se trata do cidadão de bem contra os demais, mas sim de todos os cidadãos contra a corrupção, contra a bandidolatria e a favor da retomada da coletividade, do amor por nossa pátria e nossas raízes. Respeito ao próximo e à justiça social.
A defesa de oportunidades mais justas, igualdade de gênero, respeito étnico não são bandeiras que não pertencem ao partido A ou B. São bandeiras de toda a sociedade para um desenvolvimento equilibrado e pela grandeza de nosso País.
Essa reconstrução deve envolver a todos, principalmente nossas crianças. Vamos sim devolver os hinos nacional e riograndense aos estudantes do nível fundamental, pois esse amor deve ser construído desde a tenra idade.
Vamos sim pegar pesado contra a criminalidade para que não sejamos mais reféns do medo e da insegurança. Vamos sim buscar espaço para nossos jovens, com mais igualdade entre raças, crenças e gêneros.
Esta é a receita para rompermos as distorções impostas, desconstruindo a retórica de que a verdade tem só um lado e é de exclusividade dos radicais de esquerda. Uma realidade onde o que mais importa é o holofote da polêmica formada.
O Brasil está farto e vamos reagir. Devemos voltar a sentir orgulho pelo Brasil, pelo Rio Grande do Sul e por Porto Alegre. Atuar conjuntamente por ideais que há anos nos unem em uma nação, como bem expressa nosso brasão do RS - Liberdade, Igualdade, humanidade.
Vereador de Porto Alegre (PSL)
Comentários CORRIGIR TEXTO