Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 18 de agosto de 2020.
Dia do Estagiário.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 18 de agosto de 2020.

Opinião

Compartilhar

artigo

- Publicada em 03h00min, 18/08/2020.

Escola particular e desconto nas mensalidades

João Paulo K. Forster
Com as aulas suspensas no Rio Grande do Sul, a única opção para as escolas manterem os dias letivos é a realização de aulas na modalidade a distância (EaD). Isso significa que diversos custos como luz, água, manutenção, alimentação de funcionários e alunos foi diminuído drasticamente. De outro lado, vários investimentos foram implementados a fim de que essas aulas ocorressem.
Com as aulas suspensas no Rio Grande do Sul, a única opção para as escolas manterem os dias letivos é a realização de aulas na modalidade a distância (EaD). Isso significa que diversos custos como luz, água, manutenção, alimentação de funcionários e alunos foi diminuído drasticamente. De outro lado, vários investimentos foram implementados a fim de que essas aulas ocorressem.
São despesas com servidores, licenças de software, equipe de TI, treinamento de docentes e apoio, dentre outras. Some-se, ainda, os valores aplicados no planejamento de retorno com segurança, como equipamentos de proteção individual (EPIs) e adaptação dos espaços, chegando a um patamar igual ou superior às despesas supostamente poupadas.
A realidade é que muitas escolas se anteciparam e já forneceram todos os descontos possíveis, sem prejuízo da atividade fim, sem demissão de professores ou corte de salários. De outro lado, a entrega do serviço está ocorrendo. Não como antes, é bem verdade, mas nada, neste momento, acha-se na situação de alguns meses atrás. A Educação Infantil, os Ensinos Fundamental e Médio não foram projetados para o ensino EaD. Agora, professores moldados para aulas presenciais necessitam se reinventar - em forma e conteúdo - para obterem êxito no uso de novas ferramentas e ainda conseguirem atingir os alunos.
Nesse contexto, a escola deve demonstrar-se apta a mediar a administrar todos os interesses envolvidos, que não são poucos e, por vezes, antagônicos. Deve mostrar-se preparada para acolher situações individuais com necessidades diferenciadas. O princípio contratual que merece destaque, nessa relação entre escola, pais e alunos, é o da colaboração. Pais, mães, avôs, avós e responsáveis desempenham papel fundamental no acompanhamento educacional de seus filhos. Esse acompanhamento sempre se fez necessário, mas, agora, revela-se mais importante do que nunca, além de desgastante, frustrante, trabalhoso e imensamente satisfativo - como todo processo educacional.
Advogado e professor universitário
 
Comentários CORRIGIR TEXTO