Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 27 de julho de 2020.
Dia do Despachante.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 27 de julho de 2020.

Opinião

Compartilhar

artigo

Atualizada em 15h47min, 27/07/2020.

Na pandemia, a comunicação é rainha

Juliana Winge
Minha vó sempre me dizia que quem não é visto não é lembrado. Esta máxima sempre foi verdadeira, especialmente depois que passei a atuar com comunicação corporativa. Então, chegou a pandemia, pessoas em casa e a dúvida: como fazer para ser lembrado se não é possível ser visto? Como manter um negócio funcionando em meio ao distanciamento social?
Minha vó sempre me dizia que quem não é visto não é lembrado. Esta máxima sempre foi verdadeira, especialmente depois que passei a atuar com comunicação corporativa. Então, chegou a pandemia, pessoas em casa e a dúvida: como fazer para ser lembrado se não é possível ser visto? Como manter um negócio funcionando em meio ao distanciamento social?
Depois do momento inicial de desespero de como as empresas fariam para sobreviver, uma certeza ganhou ainda mais força: através da comunicação. Embora o momento seja de contenção de despesas, é imprescindível manter o investimento em comunicação. E por comunicação falo de todas as formas possíveis: redes sociais, site, atendimento ao cliente, assessoria de imprensa, etc. De modo geral, o cliente está disposto a relevar atrasos, alguns percalços e pequenos erros por entender o momento de exceção pelo qual estamos todos passando. O lanche não chegou tão quente? Dá para esquentar. Houve atraso na entrega de algum produto? Tudo bem, estamos em casa mesmo. Mas é importante que as empresas busquem não apenas minimizar estas ocorrências, mas também corrigi-las, aproximando-se das pessoas e aceitando as eventuais críticas.
O pior erro que se pode cometer agora é deixar o cliente no vácuo, sumir. Se antes, na era do compartilhamento e da interação via redes sociais já era importante ser presente, agora é fundamental. Precisamos de uma pandemia para que muitas empresas percebessem a importância de estar presente também no ambiente digital, de aparecer, de gerar conteúdo, de se comunicar com o cliente. Como as pessoas vão saber que sua empresa existe sem sair de casa? Estando presente onde elas estão, no caso, na internet, redes sociais, na imprensa. Através de conteúdo relevante é possível ser não apenas lembrado, mas também engajar as pessoas que podem ajudar a espalhar a sua ideia. Minha dica não de profissional da comunicação, mas como uma cliente com novos hábitos de compra e consumo é: invistam em comunicação. É a maneira mais eficiente e segura para todos de manter os negócios em funcionamento.
Jornalista, assessora de imprensa
Comentários CORRIGIR TEXTO