Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020.

Jornal do Comércio

Opinião

CORRIGIR

Editorial

Edição impressa de 17/02/2020. Alterada em 17/02 às 03h00min

Liquida Porto Alegre e a importância do varejo para a cidade

Começou, na sexta-feira, uma das mais tradicionais promoções do comércio no Rio Grande do Sul. Trata-se da 24ª edição do Liquida Porto Alegre, que mobiliza 5,2 mil lojas da cidade, que terão ofertas de diversos tipos até o próximo sábado.
Começou, na sexta-feira, uma das mais tradicionais promoções do comércio no Rio Grande do Sul. Trata-se da 24ª edição do Liquida Porto Alegre, que mobiliza 5,2 mil lojas da cidade, que terão ofertas de diversos tipos até o próximo sábado.
Historicamente, fevereiro é considerado um mês de férias no Rio Grande do Sul, em que muita gente aproveita para viajar. No caso da capital gaúcha, o maior fluxo se dá em direção às praias. Com o esvaziamento da cidade, naturalmente, as vendas do comércio caíam.
A partir desse contexto, surgiu uma iniciativa criativa, liderada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Alegre (CDL-POA).
A promoção Liquida Porto Alegre passou a mobilizar o comércio nesta época do ano, com muitas ofertas em diversos estabelecimentos. Neste ano, por exemplo, há produtos a venda com até 70% de desconto.
O resultado foi o melhor possível. Um período considerado ruim para o varejo tornou-se um momento importante, pelo qual consumidores de Porto Alegre e também do Rio Grande do Sul esperam para comprar roupas, eletrodomésticos e outros produtos.
A tradição tornou o Liquida Porto Alegre, segundo os organizadores, a maior e mais antiga liquidação realizada sem interrupção no País. Desde os anos 1990, a iniciativa ajuda a reverter a tradicional queda nas vendas no mês de fevereiro.
Segundo estudos da CDL-POA, dos 10 grandes setores que compõem o comércio varejista, somente o de papelaria e material escolar tinha alta de operações nesta época do ano. A razão, obviamente, está vinculada à volta às aulas.
Mas a iniciativa é tão bem-sucedida que, em alguns setores, como o de casa e decoração, a data chega a movimentar mais negócios do que a época de Natal. Isso comprova que o consumidor espera mesmo esta época do Liquida para fazer determinadas compras.
A iniciativa do Liquida Porto Alegre é um exemplo de criatividade e inovação, que deve ser replicada. Esse tipo de atitude é fundamental para alavancar os negócios do comércio, um dos pilares da economia da capital gaúcha. O melhor é que essa atividade beneficia tanto o comércio de rua quanto as lojas de shopping centers.
Que a adesão de lojistas siga batendo recorde, ano após ano, movimentando a economia, gerando mais vendas, lucro e o desenvolvimento do comércio, o que permitirá a criação de mais empregos.
CORRIGIR