Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 06 de novembro de 2019.

Jornal do Comércio

Opinião

COMENTAR | CORRIGIR

Artigo

06/11/2019 - 17h45min. Alterada em 06/11 às 17h48min

Leilão da Petrobras: A vitória do capitalismo de estado brasileiro

Ricardo Bergamini
Petrobras leva 2 blocos com oferta única. A arrecadação de praticamente R$ 70 bilhões foi garantida pela Petrobras, que levou os dois blocos em que já havia exercido o direito de preferência, garantido por lei. O de Búzios, o maior de todos, foi arrematado em consórcio formado com as chinesas CNODC Brasil (5%) e CNOOC Petroleum (5%). Já o bloco de Itapu será explorado 100% da Petrobras, que levou a área sozinha, também com oferta única e sem ágio.
Petrobras leva 2 blocos com oferta única. A arrecadação de praticamente R$ 70 bilhões foi garantida pela Petrobras, que levou os dois blocos em que já havia exercido o direito de preferência, garantido por lei. O de Búzios, o maior de todos, foi arrematado em consórcio formado com as chinesas CNODC Brasil (5%) e CNOOC Petroleum (5%). Já o bloco de Itapu será explorado 100% da Petrobras, que levou a área sozinha, também com oferta única e sem ágio.
A Petrobras desembolsará um total de R$ 63,14 bilhões pelos blocos arrematados nesta quarta. Em comunicado, a companhia informou que o valor deverá ser pago à União até o dia 27 de dezembro, mesma data em que ingressará no caixa da estatal o ressarcimento da revisão do contrato de cessão onerosa, que soma R$ 34,6 bilhões.
Movimentação financeira da “pegadinha” do leilão da Petrobras realizado ontem, quarta-feira: 1) Petrobras paga R$ 63,0 bilhões ao governo federal; 2) Os dois sócios da Petrobras, antes mencionados, pagam R$ 3,5 bilhões cada um ao governo federal; 3) Total recebido pelo governo federal foi de R$ 70,0 bilhões; 4) Em seguida o governo federal paga aos beneficiários como segue: 4.1) Petrobras, R$ 34,6 bilhões; 4.2) Estados, R$ 5,3 bilhões; 4.3) Municípios, R$ 5,3 bilhões; 4.4) Rio de Janeiro, R$ 1,1 bilhão. Total pago pelo governo federal, R$ 46,3 bilhões, restando ao governo federal R$ 23,7 bilhões.
Conclusão: Na pegadinha do leilão de ontem, somente R$ 7,0 bilhões é recurso da inciativa privada, o resto é tudo gerado na lixeira do capitalismo de estado brasileiro.
Analista financeiro
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia