Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 09 de julho de 2019.
Feriado em São Paulo - Revolução Constitucionalista.

Jornal do Comércio

Opinião

COMENTAR | CORRIGIR

artigos

Edição impressa de 09/07/2019. Alterada em 09/07 às 03h00min

A importância da avicultura 

Aloisio Classmann
Filho de agricultores, sei o quanto o trabalho de homens e mulheres do campo é fundamental para o desenvolvimento do Estado. A atividade avícola tem papel de destaque em 240 municípios e contribui com a permanência do homem no meio rural. A avicultura gaúcha é a terceira maior produtora de frango de corte e a terceira maior exportadora do Brasil. São 7.500 famílias de produtores integrados de frango de corte em plena atividade, gerando 44 mil empregos diretos e 800 mil atividades indiretas, com a geração de empregos, serviços e produtos. Conforme a Associação Gaúcha de Avicultura, são 13 frigoríficos com inspeção federal; seis com inspeção estadual; três com o sistema brasileiro de inspeção de produtos de origem animal; 40 estabelecimentos produtores de ovos de médio e grande portes; 200 pequenos produtores de ovos; uma indústria de processamento de ovos (líquido, em pó e derivados); 40 fábricas de rações; sete incubatórios; e 445 granjas de matrizes/genética.
Filho de agricultores, sei o quanto o trabalho de homens e mulheres do campo é fundamental para o desenvolvimento do Estado. A atividade avícola tem papel de destaque em 240 municípios e contribui com a permanência do homem no meio rural. A avicultura gaúcha é a terceira maior produtora de frango de corte e a terceira maior exportadora do Brasil. São 7.500 famílias de produtores integrados de frango de corte em plena atividade, gerando 44 mil empregos diretos e 800 mil atividades indiretas, com a geração de empregos, serviços e produtos. Conforme a Associação Gaúcha de Avicultura, são 13 frigoríficos com inspeção federal; seis com inspeção estadual; três com o sistema brasileiro de inspeção de produtos de origem animal; 40 estabelecimentos produtores de ovos de médio e grande portes; 200 pequenos produtores de ovos; uma indústria de processamento de ovos (líquido, em pó e derivados); 40 fábricas de rações; sete incubatórios; e 445 granjas de matrizes/genética.
A produção e a exportação de carne de frango e ovos de 2018 reforçam a importância desse setor e a necessidade do fortalecimento de políticas públicas. No ano passado, o Estado foi responsável por 13% da produção nacional de carne de frango, com 1,6 milhão de toneladas. Já a exportação resultou em 554 mil toneladas, 14% do total nacional. O Brasil produziu cerca de 44 bilhões de ovos, sendo o segundo maior produtor mundial. O RS foi o quinto maior produtor do País, com cerca de 2,8 bilhões de ovos, e o segundo maior exportador, representando 38% das exportações, com 3,9 milhões de quilos de ovos. Ressalto a importância do programa da Asgav, que concede o selo Ovos-RS aos estabelecimentos que, em vistoria técnica, alcançam 70% de atendimento às exigências da legislação. 
Ainda são necessários muitos avanços na avicultura gaúcha: políticas de fomento às exportações de carne de frango e ovos; fortalecimento da defesa sanitária; programas de incentivo à qualidade do milho (secagem e o armazenamento); ações para prospecção de mercados e ampliação do diálogo governo-iniciativa privada promovendo o setor. Com a Frente Parlamentar de Apoio à Avicultura Gaúcha, que propusemos com o apoio de mais 52 deputados, queremos estar ao lado de todos sendo parceiros na construção de políticas públicas para fortalecer ainda o setor, contribuindo, assim, com o desenvolvimento econômico e social.
Deputado estadual (PTB)
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia