Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 04 de julho de 2019.
Dia do Operador de Telemarketing. Feriado nos EUA - Dia da Independência.

Jornal do Comércio

Opinião

COMENTAR | CORRIGIR

Artigo

04/07/2019 - 16h43min. Alterada em 04/07 às 16h48min

A integração da comunidade

Filipe Mansur
Mais de 34 associações que representam as comunidades de Porto Alegre e algumas Instituições preocupados com o crescente número de crimes e insegurança resolveram se integrar em prol do objetivo comum Segurança Pública. Cientes que, em julho ou agosto, quase 2000 novos brigadianos estarão aptos para atuarem no Estado provenientes do concurso realizado em dezembro de 2017, resolveram formalizar a integração com um documento direcionado ao vice-governador e secretário de Segurança Pública do Estado, Ranolfo Vieira Júnior, informando que seriam necessários acrescentar ao efetivo existente ao menos 50% dos novos brigadianos como forma de amenizar o déficit de efetivo existente atualmente na capital e consequentemente auxiliar para redução dos altos índices de criminalidade que ainda estão entre os mais altos a nível nacional e mundial.
Mais de 34 associações que representam as comunidades de Porto Alegre e algumas Instituições preocupados com o crescente número de crimes e insegurança resolveram se integrar em prol do objetivo comum Segurança Pública. Cientes que, em julho ou agosto, quase 2000 novos brigadianos estarão aptos para atuarem no Estado provenientes do concurso realizado em dezembro de 2017, resolveram formalizar a integração com um documento direcionado ao vice-governador e secretário de Segurança Pública do Estado, Ranolfo Vieira Júnior, informando que seriam necessários acrescentar ao efetivo existente ao menos 50% dos novos brigadianos como forma de amenizar o déficit de efetivo existente atualmente na capital e consequentemente auxiliar para redução dos altos índices de criminalidade que ainda estão entre os mais altos a nível nacional e mundial.
O documento que leva o título “Mais Brigadianos para Porto Alegre, Urgente”, será encaminhado nos próximos dias e solicita critérios técnicos para distribuição do efetivo, levando em conta não apenas a estatística dos crimes em relação ao número de habitantes de Porto Alegre, mas também os números de visitantes sejam de trabalhadores, estudantes, pessoas em tratamento médico ou quaisquer outros que acabam por necessitar da segurança que o efetivo atual na capital busca manter mesmo ante as dificuldades existentes.
O documento afirma ainda ser Porto Alegre um grande eixo de violência. “Porto Alegre é um grande eixo de violência onde organizações criminosas se estabelecem e são responsáveis por grande parte dos crimes cometidos também no interior, essas organizações crescem a cada ano e somente com mais efetivo onde o crime se concentra juntamente com as iniciativas já existentes de buscar mais integração, inteligência e tecnologia, poderemos melhorar a segurança pública na capital e em todo o Estado”.
De acordo com participantes da integração dessas Associações e Instituições, a organização é apartidária e busca dar maior reconhecimento para as demandas da sociedade civil. Além do documento para o secretário de Segurança Pública do Estado, levaram a solicitação de aumento do efetivo ao conhecimento da Câmara de Vereadores de Porto Alegre para que os parlamentares por meio de uma Moção, documento que formaliza o apoio ao pedido da comunidade, submetam ao plenário e assim, além de reconhecer e apoiar a integração, seja encaminhada a proposição legislativa ao Governador do Estado.
Segundo informações, a moção seria submetida em sessão ordinária na Câmara de Vereadores de Porto Alegre.
Presidente do Instituto Brasileiro de Segurança Pública (IBSP)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia