Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 25 de junho de 2019.

Jornal do Comércio

Opinião

COMENTAR | CORRIGIR

Artigo

25/06/2019 - 15h24min. Alterada em 25/06 às 15h27min

OAB e o Exame da ordem

Edson Fernando Lima de Oliveira
Não pode passar batido esse tipo de visão que a OAB tem dos profissionais e a exploração que eles vêm fazendo. Tem mais de 500 mil advogados que eles se negam peremptoriamente de registrar alegando que não fizeram a 'sabatina'. Não aceitam os formados EaD nem os tecnólogos notariais. Rodam as pessoas, cobram caro a prova, exigem fazer os cursos deles, um absurdo. Tenho um conhecido que passou na primeira prova e um cara, lá, um advogado, que está anos lá dentro, reprovou ele na prova prática, o cara não tem PG, não tem mestrado, não é doutor, é um mero advogado de entidade, anos a fio encostado, fechou escritório, vive de palestras pagas. Eles andaram na Polônia num evento tudo pago pela OAB, caríssimo, comentaram. Outro detalhe, anuidade muito alta, investimentos na Capital em luxo.
Não pode passar batido esse tipo de visão que a OAB tem dos profissionais e a exploração que eles vêm fazendo. Tem mais de 500 mil advogados que eles se negam peremptoriamente de registrar alegando que não fizeram a 'sabatina'. Não aceitam os formados EaD nem os tecnólogos notariais. Rodam as pessoas, cobram caro a prova, exigem fazer os cursos deles, um absurdo. Tenho um conhecido que passou na primeira prova e um cara, lá, um advogado, que está anos lá dentro, reprovou ele na prova prática, o cara não tem PG, não tem mestrado, não é doutor, é um mero advogado de entidade, anos a fio encostado, fechou escritório, vive de palestras pagas. Eles andaram na Polônia num evento tudo pago pela OAB, caríssimo, comentaram. Outro detalhe, anuidade muito alta, investimentos na Capital em luxo.
Não aceitaram que tal sabatina fosse aplicada de graça aos alunos no 4º ano. Teve um jovem que se formou e não tem 3 mil reais para fazer 'carteirinha', monopólio deles. Não tem eleições diretas para presidente nacional. O pior é que fizeram agora um contrato milionário com FGV e aplicaram uma prova que é para juiz, e padronizaram a peça processual, deu estouro e acabou o sr. Lamachia mandando ignorar a peça processual. Este mesmo senhor usando verba que ainda não explicada fez farto material e distribuiu nas seccionais visando ser senador, recuou. O presidente daqui do RS está atuando descaradamente no caso da Boate Kiss, não pode. Alguns mantêm escritórios e pegam só o filé mignon. E ainda, eles bagunçaram a numeração. O TCU está querendo controlar. Não dão resposta de nada, não dão acesso a nada, não devolvem as taxas, não fazem a inscrição e muitos querem ser vereadores, deputados, senadores. A OAB é apenas um órgão de registro dos profissionais e de apoio e de fiscalização ética. Nada mais do que isso. Essa sabatina paga precisa acabar.
Advogado
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia