Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 29 de abril de 2019.

Jornal do Comércio

Opinião

COMENTAR | CORRIGIR

artigo

29/04/2019 - 03h00min. Alterada em 29/04 às 03h00min

Um País para ser reconstruído

Sergio J. Kaminski
O caos do qual somos vítimas se desenhou desde muito... Nossos pseudos partidos políticos (?) são verdadeiras quadrilhas que se alojaram nos poderes tal qual ervas daninhas no caule de árvores frondosas... Infestam o setor público com incompetência e desonestidade, tecendo verdadeiras teias de corrupção e privilégios, permeando todos os poderes e mantendo a fétida casta política nos corredores escuros de benesses e corrupção... Como sempre, e sem elas não seria possível, empresas comprometidas com o crime e distribuição de favores para aqueles que desfilam terno, gravata e sapato polido nos plenários de terça às quintas em Brasília e capitais do País...
O sistema expele os poucos decentes, avilta ainda mais os que lá permanecem e dá molde para muitos daqueles que lá se integram em cada eleição. Decidem, legislam e julgam com fins em seus condenáveis interesses e daqueles que se movem ao seu redor... Ladrões do suor e da esperança do cidadão... Poucos já condenados e muitos outros por assim serem também, apesar de toda proteção ($) dos senhores da Justiça (?), que sequer lembram do juramento quando da colação de grau... Nossas instituições estão desacreditadas por condutas ilegítimas de seus integrantes, deterioradas por presença de seres fétidos e rasteiros, que não fazem por merecer a confiança e fé do cidadão ordeiro e cumpridor dos seus deveres... Condenar e trancafiar políticos e empresários é, e não pode haver transigência, sublime defesa de valores éticos e morais que devem nortear a vida de todo e qualquer cidadão. Precisamos ser pombos algumas vezes e deixar de ser eternamente estátuas...
Engenheiro
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia