Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 12 de dezembro de 2018.

Jornal do Comércio

Opinião

COMENTAR | CORRIGIR

artigo

12/12/2018 - 01h00min. Alterada em 12/12 às 01h00min

A natureza e o descaso humano!

Sabrina Borges Portela
A natureza, com toda sua magnitude e beleza, oferece-nos belíssimas paisagens que expira nossos dias. O bem mais precioso para nossa subsistência a água. Diversos tipos de alimentos, independentemente do tipo de sua dieta alimentar. O mar com sua beleza estonteante que proporciona prática de esporte, alimentos, lazer, petróleo entre outros proveitos.
A biodiversidade, que é um grandioso armário de medicamentos, ela tem provido a humanidade uma vastidão de recursos que salvam vidas.
E em contrapartida a esses inúmeros benefícios oferecidos pela mãe natureza retribuímos com: poluição desenfreada dos mananciais, rios, lagos, mares destruindo toda vida que nela se habitam.
Desmatamento incontrolável de florestas, matas ciliares, promovendo à agricultura e pecuária, sem nenhuma preocupação com as espécies que serão prejudicadas. Tráfico de animais, a retirada de animais silvestres da natureza gera não apenas sofrimento animal, mas pode ter consequências ambientais graves, com ameaça de extinções locais ou extinção da espécie como um todo, até desequilíbrios ecológicos com consequências econômicas.
Ampliações desordenadas das fronteiras agropecuárias dentro das áreas de mata nativa, produção maciça de lixo e seu descarte irregular, ocasionada pelo consumismo frenético. Os seres humanos e seu egocentrismo monstruoso!
A defesa da natureza não é papinho de ambientalista, mas sim deveria ser um princípio de toda sociedade, pois a estabilidade da vida na Terra está intrinsecamente relacionada com a saúde do meio ambiente. Então sejamos coerentes e gratos por tudo que a natureza nos proporciona, fazendo nossa parte enquanto ainda temos tempo de salvar as nossas vidas e das as futuras gerações.
Quem sabe, ao olharmos com cuidado e carinho para a natureza, possamos fazer uma análise e reflexão sobre as nossas atitudes perante esse bem imensurável.
Bióloga e professora
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia