OLÁ, ASSINE O JC E TENHA ACESSO LIVRE A TODAS AS NOTÍCIAS DO JORNAL.

JÁ SOU ASSINANTE

Entre com seus dados
e boa leitura!

Digite seu E-MAIL e você receberá o passo a passo para refazer sua senha através do e-mail cadastrado:


QUERO ASSINAR!

Cadastre-se e veja todas as
vantagens de assinar o JC!


Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
SAÚDE ANIMAL Notícia da edição impressa de 02 de Junho de 2022.

Bento Gonçalves cria serviço similar ao Samu voltado aos pets

Van é utilizada para atender casos graves de cães e gatos envolvidos em maus tratos e atropelamentos

Van é utilizada para atender casos graves de cães e gatos envolvidos em maus tratos e atropelamentos


/PREFEITURA DE BENTO GONÇALVES/DIVULGAÇÃO/CIDADES
Agências
Um novo serviço foi lançado na Serra Gaúcha, voltado em especial aos donos de bichinhos de estimação. Inaugurado na semana passada, o Samu Pet, em Bento Gonçalves, tem por objetivo realizar atendimentos de urgência e emergência para animais vítimas de maus tratos ou atropelamentos, propiciando agilidade na prestação de socorro.  Após o resgate, eles passam por tratamento veterinário, através do trabalho de duas médicas veterinárias, e os casos mais críticos são encaminhados para clínicas conveniadas do município.
Um novo serviço foi lançado na Serra Gaúcha, voltado em especial aos donos de bichinhos de estimação. Inaugurado na semana passada, o Samu Pet, em Bento Gonçalves, tem por objetivo realizar atendimentos de urgência e emergência para animais vítimas de maus tratos ou atropelamentos, propiciando agilidade na prestação de socorro.  Após o resgate, eles passam por tratamento veterinário, através do trabalho de duas médicas veterinárias, e os casos mais críticos são encaminhados para clínicas conveniadas do município.
Ao longo da primeira semana de funcionamento do programa, foram atendidos animais vítimas de atropelamento e também maus tratos, sendo realizada cinco ocorrências, entre pedidos de socorro para cães e gatos. A coordenadora do setor do departamento, Rafaela Jornada, comentou sobre os primeiros dias de trabalho. "Recebemos muitos contatos todos os dias, porém, estabelecemos filtros e critérios para os atendimentos. Apenas casos de urgência e emergência são atendidos pelo Samu Pet. A triagem é feita pela equipe treinada e tentamos, da melhor forma dar o suporte necessário para os casos em que nosso auxílio é solicitado", explicou.
O secretário-adjunto de Saúde, Gilberto Junior, ressaltou sobre o trabalho do Samu Pet. "O intuito é darmos uma condição de vida melhor para os animais. Estamos prestando esse atendimento de forma rápida e eficaz, sendo que são realizados através do formato de triagem, para sabermos da situação de saúde do pet. É como se fosse um atendimento do Samu, mas voltado para os animais".
O serviço é voltado para pessoas de baixa renda que não tem condição de custear um veterinário para o seu pet e atendimento para animais de rua que não tem tutor conhecido, para prestar esse primeiro auxílio, com o trabalho de veterinários e de exames. Além disso, o Samu Pet também atende animais vítimas de atropelamento, maus tratos, envenenamento, e outra situação que possa colocar a saúde e a vida do pet em risco; e o resgate e transporte para veterinários conveniados, em casos mais específicos e complexos que necessitem um nível maior de consulta e exames.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Leia também

Desde 1996 o Jornal Cidades dedica-se exclusivamente a evidenciar os destaques dos municípios gaúchos. A economia de cada região é divulgada no jornal, que serve também de espaço para publicação de editais de licitação. Entre em contato conosco e anuncie nessa mídia adequada e dirigida às Prefeituras de todo o RS.

Informações e anúncios - Fone: (51) 3221.8633
E-mail: [email protected]


www.jornalcidades.com.br