OLÁ, ASSINE O JC E TENHA ACESSO LIVRE A TODAS AS NOTÍCIAS DO JORNAL.

JÁ SOU ASSINANTE

Entre com seus dados
e boa leitura!

Digite seu E-MAIL e você receberá o passo a passo para refazer sua senha através do e-mail cadastrado:


QUERO ASSINAR!

Cadastre-se e veja todas as
vantagens de assinar o JC!


Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
PANDEMIA Notícia da edição impressa de 30 de Maio de 2022.

Cidades do sul do Estado podem rever medidas sanitárias

Aumento de casos nos municípios pode fazer prefeitos retomarem a obrigatoriedade do uso de máscaras

Aumento de casos nos municípios pode fazer prefeitos retomarem a obrigatoriedade do uso de máscaras


/Paulo Ienczak/DIVULGAÇÃO/CIDADES
O momento de enfrentamento à pandemia de Covid-19 na região sul do Estado volta a acender a luz amarela para profissionais de saúde, gestores públicos e população de um modo geral. Em reunião virtual realizada entre representantes da 3ª Coordenadoria Regional de Saúde e prefeitos da Associação de Municípios da Zona Sul (Azonasul), foram apresentados dados recentes que mostram o preocupante aumento de casos de Covid-19 e de internações em várias cidades da região.
O momento de enfrentamento à pandemia de Covid-19 na região sul do Estado volta a acender a luz amarela para profissionais de saúde, gestores públicos e população de um modo geral. Em reunião virtual realizada entre representantes da 3ª Coordenadoria Regional de Saúde e prefeitos da Associação de Municípios da Zona Sul (Azonasul), foram apresentados dados recentes que mostram o preocupante aumento de casos de Covid-19 e de internações em várias cidades da região.
Diante do cenário, a prefeita de Pelotas Paula Mascarenhas recomendou a retomada do uso de máscaras e vai propor estudo para reavaliar a obrigatoriedade da proteção em outros ambientes. Durante o encontro, ficou definida o retorno das reuniões e avaliações semanais do Comitê Técnico Regional, que passa a ser coordenado pela secretária de Saúde de Pelotas, Roberta Paganini.
Profissionais da Vigilância Epidemiológica apresentaram aos gestores levantamentos que demonstram o avanço dos casos de infectados, internações e até de óbitos entre a população idosa e com comorbidades, além de surtos em unidades hospitalares. Segundo os dados das 10 cidades com registros de maior aumento de pessoas infectadas, Pelotas aparece em na terceira posição.
A região sul também apresenta uma taxa de ocupação de leitos de 81,3%, a maior a nível estadual. Esse aumento foi atribuído à diminuição da cobertura vacinal, relaxamento das medidas de prevenção e ao período de crescimento dos casos de síndromes gripais, o que gera apreensão, pois podem voltar a sobrecarregar o sistema de atendimento.
Compartilhando a preocupação com o panorama apresentado, a prefeita Paula Mascarenhas também reiterou a ideia defendida pelos demais gestores de se rever algumas situações de prevenção que precisam ser reavaliadas. "Desde já recomendamos fortemente o uso de máscaras, porque é um instrumento fundamental de proteção. Também precisamos reforçar, junto às entidades empresariais, a importância de retomar o uso das máscaras e reforçar ainda que os sintomáticos façam isolamento para evitarmos novos contágios", recomendou Paula.
Ainda ficou acordado que os municípios passam a estimular campanhas de incentivo para que os pais levem os filhos para receberem a vacina, e que a Azonasul reforce junto as entidades empresariais da região o alerta para que pessoas com sintomas gripais, independente do teste, se mantenham isoladas.
A nova coordenadora, a secretária Roberta Paganini, ainda sugeriu que seja feito um estudo por faixa etária de imunização por município e que a Azonasul encaminhe ao Estado o pedido de priorização dos profissionais de saúde para o recebimento das doses de reforço.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Leia também

Desde 1996 o Jornal Cidades dedica-se exclusivamente a evidenciar os destaques dos municípios gaúchos. A economia de cada região é divulgada no jornal, que serve também de espaço para publicação de editais de licitação. Entre em contato conosco e anuncie nessa mídia adequada e dirigida às Prefeituras de todo o RS.

Informações e anúncios - Fone: (51) 3221.8633
E-mail: [email protected]


www.jornalcidades.com.br