OLÁ, ASSINE O JC E TENHA ACESSO LIVRE A TODAS AS NOTÍCIAS DO JORNAL.

JÁ SOU ASSINANTE

Entre com seus dados
e boa leitura!

Digite seu E-MAIL e você receberá o passo a passo para refazer sua senha através do e-mail cadastrado:


QUERO ASSINAR!

Cadastre-se e veja todas as
vantagens de assinar o JC!


Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
CONSUMO Notícia da edição impressa de 28 de Abril de 2022.

Preço dos alimentos subiu 2,1% em março em Caxias do Sul

Levantamento feito pelo UCS apontou que aumento foi causado por conta, também, do gás de cozinha

Levantamento feito pelo UCS apontou que aumento foi causado por conta, também, do gás de cozinha


/MAURO SCHAEFER/ARQUIVO/JC
O custo da cesta básica observado na cidade de Caxias do Sul no mês de março de 2022 passou para R$ 1.171,95, de acordo com o levantamento do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais (IPES) da Universidade de Caxias do Sul (UCS), divulgado nesta quarta-feira (27). A pesquisa leva em conta 47 itens usados pelas famílias caxiense.
O custo da cesta básica observado na cidade de Caxias do Sul no mês de março de 2022 passou para R$ 1.171,95, de acordo com o levantamento do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais (IPES) da Universidade de Caxias do Sul (UCS), divulgado nesta quarta-feira (27). A pesquisa leva em conta 47 itens usados pelas famílias caxiense.
Com esse resultado, o cesto básico apresentou uma alta de 2,10% em relação ao mês anterior, quando custava R$ 1.147,86. A elevação verificada no mês em curso deve-se à alta nos preços dos produtos de alimentação, acrescidos do gás de cozinha. No mês de março, observou-se que, dos 47 produtos que compõem a cesta, 23 aumentaram de preço, 22 tiveram seus preços médios reduzidos, e dois permaneceram com seus preços inalterados.
Por ordem de contribuição positiva, entre fevereiro e março, destacaram-se o capeletti, os biscoitos (doces e salgados), a alface, a maçã nacional e a batata inglesa. Os produtos destaques na redução de preços são o detergente líquido, o pêssego em lata, o açúcar cristal, a maionese e o leite condensado.
Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de Caxias do Sul indica um aumento nos preços de 1,50% no mês de março de 2022, contra uma alta de 0,57% do mês anterior. Com esse resultado, a variação percentual acumulada do indicador em 12 meses alcançou 11,30%, correspondendo a um aumento médio mensal no período de 0,91%.
De acordo com o instituto, do total de 320 subitens que compõem a estrutura do Índice de Preços ao Consumidor, 132 aumentaram de preços no mês em questão, 65 tiveram seus preços reduzidos e 123 permaneceram com seus preços inalterados. No mês de referência, dos sete grupos de produtos que compõem o IPC-IPES, cinco apresentaram contribuição positiva para o aumento do índice: alimentação, habitação, vestuário, saúde e higiene pessoal e transportes. Não tiveram variação educação, leitura e recreação e despesas diversas.
Comentários CORRIGIR TEXTO
CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Leia também

Desde 1996 o Jornal Cidades dedica-se exclusivamente a evidenciar os destaques dos municípios gaúchos. A economia de cada região é divulgada no jornal, que serve também de espaço para publicação de editais de licitação. Entre em contato conosco e anuncie nessa mídia adequada e dirigida às Prefeituras de todo o RS.

Informações e anúncios - Fone: (51) 3221.8633
E-mail: [email protected]


www.jornalcidades.com.br