Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
MEIO AMBIENTE Notícia da edição impressa de 24/11/2021. Alterada em 24/11 às 03h00min

Presença de palometas mobiliza cidades da bacia do Rio dos Sinos

Com o objetivo de criar uma rede para compartilhamento de dados e informações, o Consórcio Pró-Sinos articulou a criação de um grupo de trabalho composto de gestores ambientais, representantes de pescadores e especialistas a fim de discutir e antecipar o planejamento de ações que facilitem o manejo e o controle das palometas, caso cheguem à Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos. Com a ocorrência de piranhas-vermelhas na bacia do Rio Jacuí, há possibilidade de a espécie chegar ao Guaíba e também ao Rio dos Sinos.

Na avaliação de Jackson Müller, secretário de Meio Ambiente de Canela e biólogo, o tema tem causado preocupação. A articulação de entidades relacionadas ao meio ambiente é necessária para o planejamento de ações. Já Paulo Denilto Ribeiro, que é pescador, destacou que os colegas, pela rotina da profissão, acabam realizando uma espécie de monitoramento das águas dos rios e, por isso, poderão ser os primeiros a constatar a chegada das palometas. 

Luciane Borges é de Rio Pardo, onde pescadores relatam o aparecimento de palometas. Segundo ela, um grupo da região se mobilizou para arrecadar recursos suficientes para a compra de alevinos de dourado - espécie predadora natural das piranhas-vermelhas, peixe típico da bacia do Rio Uruguai. A possibilidade está em avaliação, bem como os trâmites necessários para autorização dessa ação. 

Ao final do encontro, o grupo destacou a importância da participação de pescadores e das comunidades ribeirinhas na discussão, para que haja o acompanhamento do aparecimento de palometas. Também será incentivada a participação de representantes de outros municípios. 

Comentários CORRIGIR TEXTO
CONTEÚDO PUBLICITÁRIO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300