Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
SAÚDE Notícia da edição impressa de 25/10/2021. Alterada em 25/10 às 03h00min

Ventilador pulmonar portátil será usado em hospital de Caxias

O Hospital Geral (HG) de Caxias do Sul recebeu 10 unidades de um ventilador pulmonar portátil, modelo que vem sendo desenvolvido pela empresa a partir de subvenção da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), empresa pública de fomento à ciência, tecnologia e inovação vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações.  Em 2020, A Universidade de Caxias do Sul, junto à instituição e a um conjunto de empresas desenvolveram o ventilador pulmonar Frank 50-10, destinado ao atendimento de urgência e emergência de pacientes da Covid-19, que foi homologado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
Aperfeiçoado em relação ao projeto anterior, o novo aparelho, batizado de THOR, tem como principal diferencial a portabilidade, o que facilita o atendimento aos pacientes que precisarem de atendimento. "É o primeiro equipamento de alta complexidade do tipo desenvolvido totalmente em Caxias do Sul, projetado para ser versátil e compacto, possibilitando seu uso tanto em UTIs como em ambientes extra-hospitalares, como ambulâncias e residências", destaca a diretora da Zextec, Aline de Alencastro.
O aparelho teve solicitação de registro encaminhada à Anvisa. Até o momento, foram realizados testes de engenharia, em laboratório próprio da Zextec, e testes pré-clínicos, em suínos, nas estruturas de Saúde da UCS. Na quinta-feira (28) ocorre o primeiro teste clínico com paciente humano, conduzido pelo diretor técnico do HG, Alexandre Avino. No processo de homologação, necessário para a autorização de uso por pacientes, serão realizados também ensaios técnicos em laboratórios homologados pela agência.
"São etapas a serem cumpridas de acordo com o contrato estabelecido com a Finep e necessárias para o desenvolvimento do equipamento com toda segurança, eficiência e funcionalidade. Assim que houver a homologação pela agência, as unidades hoje recebidas poderão ser utilizadas pelo HG", explica Avino.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
CONTEÚDO PUBLICITÁRIO