Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
EDUCAÇÃO Notícia da edição impressa de 15/10/2021. Alterada em 15/10 às 03h00min

Cresce a adesão ao ensino híbrido em escolas de Pelotas

Levantamento feito pela prefeitura apontou que três em cada 10 alunos já estão frequentando as aulas

Levantamento feito pela prefeitura apontou que três em cada 10 alunos já estão frequentando as aulas


/Michel Corvello/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Pouco depois de completar um mês do retorno do último grupo da rede municipal às atividades escolares presenciais, a adesão dos estudantes ao sistema híbrido apresenta crescimento em Pelotas. Conforme controle da secretaria municipal de Educação e Desporto (Smed), cerca de 30% dos mais de 28 mil alunos matriculados em 2021 já estão frequentando as salas de aula em Pelotas.

Só na Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Francisco Caruccio, no bairro Pestano, o número de estudantes em aulas presenciais cresceu significativamente, após o retorno oficial, e já chega a mais de 20% dos alunos matriculados. Na primeira semana do retorno, eram 27 estudantes dos anos iniciais e 21 dos finais. Atualmente, esse número chega a 98 estudantes dos iniciais e 111 nos anos finais, além da Educação de Jovens e Adultos (EJA), que começou com seis estudantes e agora são 31. Para a próxima semana, outros 30 alunos retornam às atividades presenciais. A escola tem 1.168 estudantes matriculados.

Em outros educandários, a adesão também foi expressiva desde o começo, como na Emef Waldemar Denzer, localizada na Colônia Aliança, no quarto distrito de Pelotas. Do total de 158 alunos, cerca de 76% estão frequentando o sistema híbrido.

A diretora Kátia Griep atribui essa adesão a três fatores. "Nós sempre percebemos o desejo de voltar, por parte dos estudantes, e tanto os pais quantos os alunos viram, com a pandemia, a importância e a diferença que faz o professor em sala de aula, já que a nossa comunidade escolar valoriza muito o que é feito dentro da escola, além das dificuldades para aulas remotas, como acesso à internet na localidade. E, por fim, a segurança identificada pelos pais nos protocolos que adotamos", descreveu Kátia.

O retorno escolar no sistema híbrido tem sido cada vez mais constante, à medida que as famílias dos estudantes se certificam das ações e protocolos implantados em toda a rede para segurança de todos. Conforme a secretária municipal de Educação e Desporto, Adriane Silveira, esse crescimento já é expressivo e a expectativa é que aumente ainda mais. "Iniciamos as aulas com 10% de alunos da rede e, no momento, temos 30% em atividade presencial. Seguimos trabalhando para que possamos chegar ao maior número possível de estudantes aprendendo com segurança, em nossas escolas, até o fim do ano", manifestou.

Comentários CORRIGIR TEXTO
CONTEÚDO PUBLICITÁRIO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300