Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
ENERGIA Notícia da edição impressa de 14/09/2021. Alterada em 14/09 às 03h00min

UFSM deve inaugurar duas usinas fotovoltaicas em outubro

Painéis de geração de energia solar serão colocados em Santa Maria, onde já existe um, e Cachoeira do Sul

Painéis de geração de energia solar serão colocados em Santa Maria, onde já existe um, e Cachoeira do Sul


/UFSM/DIVULGAÇÃO/cidades

A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) prepara a instalação de duas usinas fotovoltaicas - uma no campus de Santa Maria e outra no campus de Cachoeira do Sul. As duas usinas têm custo total de cerca de R$ 3,1 milhões, sendo R$ 1,5 milhão de recursos próprios.

Cada uma das usinas fotovoltaicas terá 400 kW de potência. Em Santa Maria, a usina será implantada no Centro de Eventos, ao lado do Pavilhão Polivalente, enquanto no Campus de Cachoeira do Sul, ficará próxima à rodovia. A conclusão das obras de ambos os projetos está prevista para o próximo mês de outubro.

"Estas duas usinas irão produzir cerca de um megawatt hora por ano, o que é cerca de 7% a 10% da demanda total da universidade, somando todos os campi. Mas vai depender do novo consumo da UFSM após o retorno presencial. Se consumirmos menos energia, o percentual de contribuição aumenta", comenta a pró-reitora adjunta de Infraestrutura, Ísis Portolan dos Santos.

A implementação das duas usinas fotovoltaicas na UFSM ocorre com o intuito de evitar possíveis problemas oriundos da atual crise energética, que acontece em diversos pontos do Brasil. A reitoria tem investido em ações contínuas para a compra de equipamentos eficientes energeticamente, como lâmpadas de LED e campanhas de redução de consumo.

Ísis também salienta que a maior parte dos prédios da universidade tem a forma de fita, ou seja, com grande comprimento mas pouca largura, e com janelas em ambos os lados. Desta forma, se as pessoas trabalharem com janelas e portas abertas, haverá uma grande circulação de ar, o que diminui a temperatura interna e também promove a renovação de ar, o que é muito importante, principalmente neste momento pandêmico.

A universidade também está implementando um Sistema de Gestão de Energia, com acompanhamento de indicadores energéticos, de forma a propiciar ações de melhoria na eficiência energética e redução de consumo. Além disso, a UFSM também está finalizando o projeto de licitação para implementação de usinas fotovoltaicas nos campi de Palmeira das Missões e de Frederico Westphalen, com 40 kW cada.

Comentários CORRIGIR TEXTO
CONTEÚDO PUBLICITÁRIO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300