Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
CORONAVÍRUS Notícia da edição impressa de 17/05/2021. Alterada em 14/05 às 14h28min

Cidades do Interior gaúcho voltam a ter restrições no fim de semana

Carazinho, no noroeste do Estado, adotou toque de recolher até terça-feira (18)

Carazinho, no noroeste do Estado, adotou toque de recolher até terça-feira (18)


PREFEITURA DE CARAZINHO/DIVULGAÇÃO/CIDADES
Uma medida comum durante o período em que o Rio Grande do Sul esteve em bandeira preta, entre o fim de fevereiro e abril, será retomada em algumas cidades do Interior gaúcho. Os municípios de Pinheiro Machado no sul do Estado, e Carazinho, no noroeste, vão adotar regras mais rígidas a partir desta sexta-feira (14). O motivo é o aumento de casos de Covid-19 entre os moradores.
Em Pinheiro Machado, onde o número de pessoas com o vírus ativo chegou 127 - mais do que a média de 20 pessoas de outras semanas - a prefeitura decidiu fazer lockdown neste final de semana. O fechamento das atividades não essenciais será a partir das 22h desta sexta-feira, e se estenderá até às 6h de segunda-feira (17).
Durante o período estabelecido do decreto, fica proibido quaisquer reuniões e/ou atos públicos que provoquem aglomerações. Além disso, fica determinado que nas atividades essenciais previstas, no que couber, o atendimento fica limitado a uma pessoa por família. Está proibida, também, a permanência de pessoas em locais abertos sem controles de acesso, como praças, parques e ruas.
Podem funcionar apenas os estabelecimentos considerados essenciais, como supermercados, farmácias, postos de gasolina e serviços de saúde em geral. Foi proibida a circulação de pessoas entre às 22h e 6h do dia seguinte.
Já em Carazinho, a prefeitura decretou toque de recolher no município a partir desta sexta até a próxima terça-feira (18). A nova determinação restringe a circulação de pessoas na cidade entre 20h às 5h.
A medida foi necessária devido aos altos índices de propagação do vírus em Carazinho e a necessidade de um controle imediato nos casos de contágio, internações em decorrência do novo coronavírus. O boletim epidemiológico, divulgado na quinta-feira (13), registrou um aumento de 186 novos casos, indo de 356 para 466 casos ativos. A cidade soma o total de 145 óbitos pela doença, ainda aguardam o resultado do exame 137 pessoas e 902 estão em isolamento.
A capacidade de atendimento do Hospital de Caridade de Carazinho chegou no limite. A UTI Covid-19 está lotada, com 19 pacientes estavam internados e outros 21 em leitos clínicos. A circulação neste período será permitida apenas para prestadores de serviços na área de saúde, segurança, assistência social, delivery de alimentos, funcionários de empresas públicas ou privadas que estejam trabalhando no período noturno, desde que comprovada a necessidade, urgência no deslocamento e portando identificação funcional.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300