Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
LEGISLATIVO Notícia da edição impressa de 12/05/2021. Alterada em 12/05 às 03h00min

Vereador é o segundo negro a assumir mandato em NH desde 1927

Nilson Torriano assumiu cadeira durante a licença de colega de partido

Nilson Torriano assumiu cadeira durante a licença de colega de partido


/Maíra Kiefer/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Após prestar compromisso, o primeiro suplente do Partido dos Trabalhadores (PT), Nilson Torriano, assumiu vaga na Câmara de Novo Hamburgo pela primeira vez nesta semana. Ele ocupou a cadeira do titular Enio Brizola, licenciado por motivo particular. O petista, que fez 1.380 votos nas eleições de 2020, é o segundo negro a integrar o Legislativo hamburguense em 17 legislaturas, ou seja, desde 1927 .

Torriano tem 47 anos e é natural de São João do Ivaí (PR). Em Novo Hamburgo, atuou como conselheiro tutelar de 2013 a 2020 e integra a direção municipal do partido. Guarda Civil municipal no município de São Leopoldo, atualmente exerce a função de assessor especial de Políticas de Segurança Pública na cidade vizinha.

 Ao ocupar a tribuna, o defensor das causas humanitárias ressaltou o quão difícil foi chegar ao parlamento, mesmo como suplente, e considerou significativa a sua presença na Câmara na semana que marca os 134 anos da abolição da escravatura. "Como homem negro e de comunidade sei que tem uma simbologia muito grande eu estar aqui. Ainda mais próximo a essa data, que não foi um presente, porque nós sabemos toda a dificuldade e as lutas que temos que enfrentar diariamente em busca de igualdade. Um exemplo é esta Casa. Novo Hamburgo tem 94 anos de emancipação e, em todo esse tempo, apenas um homem negro foi eleito, devido a uma pauta evangélica", lembrou, citando o vereador Renato Fernandes (2001 - 2004), que não chegou a completar seu mandato.

Para ele, a característica da cidade, muitas vezes pautada apenas pela origem germânica, torna ainda mais complicada a busca por uma paridade. "Sabemos da importância disso para que jovens e crianças possam ocupar esse e todos os espaços no futuro. Seguimos lutando para que nas próximas legislaturas a gente possa ter mais diversidade e representatividade", afirmou.

Comentários CORRIGIR TEXTO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300