Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
COMBUSTÍVEIS Notícia da edição impressa de 05/05/2021. Alterada em 07/05 às 03h00min

Audiência trata do alto preço da gasolina em Jaguarão

O Ministério Público de Jaguarão realizou uma audiência pública virtual para debater sobre o preço dos combustíveis praticado no município. A reunião remota foi presidida pela promotora de Justiça Priscilla Ramineli Leite Pereira, que deve firmar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com donos de postos de combustíveis nesta semana.

Na sessão, foram levantadas questões acerca do preço da gasolina aditivada, que chegou a estar acima de R$ 7,00 durante a semana. Foram feitas comparações com o preço médio dos combustíveis em cidades da região, conforme levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) - Herval (R$ 6,29), Rio Grande (R$ 5,91), Pelotas (R$ 6,05), Porto Alegre (R$ 5,61) e até mesmo dos preços da média nacional (R$ 5,41).

A audiência serviu, ainda, para coletar informações, debater e propor encaminhamentos sobre o tema, além de tratar das inovações estabelecidas por um decreto federal, que dispõe sobre a divulgação de informações aos consumidores referentes aos preços dos combustíveis automotivos. Tanto a população, quanto os proprietários dos postos foram ouvidos. A iniciativa buscou entender o motivo pelo qual os preços estavam sendo praticados.

Comentários CORRIGIR TEXTO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300