Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
INFRAESTRUTURA Notícia da edição impressa de 04/05/2021. Alterada em 04/05 às 03h00min

Empresários querem a privatização do aeroporto de Passo Fundo

Entrega para a iniciativa privada é vista por lideranças como 'fundamental' para o desenvolvimento local

Entrega para a iniciativa privada é vista por lideranças como 'fundamental' para o desenvolvimento local


/Itamar Aguiar/Palácio Piratini/DIVULGAÇÃO/CIDADES
Os empresários que integram a Aliança Norte RS e alguns prefeitos da região se reuniram com o governador, Eduardo Leite, e secretários estaduais para relatar a mobilização pela inovação e o desenvolvimento da macrorregião de Passo Fundo. Entre as principais reivindicações estão a concessão do aeroporto Lauro Kortz à iniciativa privada e a aceleração do processo de duplicação das ERS 135 e 324, considerada fundamental para alavancar novos negócios e fortalecer a cadeia produtiva.
No início deste ano, uma obra para a ampliação da pista do aeroporto Lauro Kortz foi iniciada, a fim de possibilitar que aviões maiores possam voar para Passo Fundo. A previsão é que a obra seja concluída até o final de 2021. Neste mês, a Azul retomou voos para a cidade também. O secretário extraordinário de parcerias, Leonardo Busatto informou que a expectativa é que o edital de concessão do aeroporto possa avançar ainda no primeiro semestre de 2022. 
Cada membro da Aliança apresentou alguns de seus investimentos regionais, sendo eles em energia, conexão de internet, fortalecimento da produção agrícola por meio do cooperativismo, investimentos no varejo na área de medicamentos, com geração de novos empregos.  O presidente do Conselho da Aliança e da Metasa, Antônio Roso, destacou a importância da parceria entre as empresas com o poder público, para melhoria da economia e do ecossistema produtivo regional. "Queremos despertar interesse de grupos, fortalecer a geração de empregos e melhorar a economia e a inovação no norte do estado. Mas precisamos também melhorar a infraestrutura. Tem que privatizar. Não se cresce sem infraestrutura de serviços", reforçou.
Para o presidente da Faculdade IMED, Eduardo Capellari, já há o entendimento de que esses projetos de infraestrutura tramitam no governo do Estado há um bom tempo, mas há também a expectativa que nesta segunda metade do mandato, possa haver o encaminhamento do aeroporto para a concessão à iniciativa privada. " O que é fundamental é que a gente está construindo uma identidade a partir das grandes cidades, ligando uma região que não tinha uma identidade histórica. Só de forma construtiva, num fórum como esse, com a escolha de prioridades pra região, que a gente vai avançar e dar nossa contribuição pro Rio Grande do Sul recuperar sua competitividade", disse.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300