Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
TRANSPORTE Notícia da edição impressa de 07/04/2021. Alterada em 07/04 às 03h00min

Prefeitura lança licitação para o transporte público de Caxias do Sul

Com regulação, gratuidades serão revistas e intenção é reduzir o preço da passagem para R$ 3,50 até 2024

Com regulação, gratuidades serão revistas e intenção é reduzir o preço da passagem para R$ 3,50 até 2024


/Rodrigo Rossi/DIVULGAÇÃO/CIDADES

A prefeitura de Caxias do Sul lançou o processo licitatório para a concessão do transporte coletivo público urbano. Com potencial de captar até 150 mil passageiros por dia, o sistema está sendo atualizado para garantir a formulação de tarifa justa e equilibrada e para criar condições para ampliar a atual base de usuários.

O sistema do transporte coletivo público urbano do município opera em um lote único que abrange todo o perímetro urbano, além de algumas localidades específicas em áreas semiurbanas. Estima-se que o sistema esteja operando com 280 veículos em 89 linhas regulares, com capacidade de atendimento de 3,2 milhões de passageiros por mês. "Queremos qualificar ainda mais o sistema atual. Com o aumento da ocupação, buscamos dar sustentação ao objetivo de redução do custo da tarifa, que também se dará pela retirada de algumas gratuidades, e pela adoção de incentivos públicos", projeta o prefeito Adiló Didomenico, que tem como meta criar condições para que a atual tarifa, de R$ 4,65, seja reduzida para o equivalente a R$ 3,50 até 2024.

Com o passar dos últimos anos, assim como ocorreu na maioria dos sistemas de transportes coletivos urbanos das médias e grandes cidades brasileiras, Caxias do Sul observou perda de parcela significativa de passageiros. A situação decorre do valor elevado da tarifa aos usuários, e ainda assim insuficiente para que a empresa suporte o serviço com qualidade e rentabilidade, o que abriu caminho para o surgimento de opções, como aplicativos, e adoção de formas diversas de mobilidade, como o uso da bicicleta. "Precisamos encontrar a equação mais próxima da ideal para a recuperação da confiança dos usuários, com serviços de qualidade, ágil, comprometido com horário e preço justo, suportável pelo passageiro e que garanta uma operação lucrativa", reforça Adiló.

Historicamente, o sistema operou com linhas radiais, que fazem o deslocamento entre os bairros até a área central do município. A partir de 2016, com o começo da operação das Estações Principais de Integração (EPIs) Imigrante e Floresta, bem como com a operação da linha de alta capacidade TR01 - Troncal, as regiões leste e oeste de Caxias do Sul passaram a operar de forma troncalizada, com a necessidade de execução de transbordo dos passageiros nas EPIs. O sistema atende a cerca de 30% de todos os passageiros do sistema de transporte coletivo público urbano e contribuiu para a redução significativa da quantidade de ônibus nas ruas centrais do município. Visando ampliar este mecanismo, a prefeitura tem projeto de inclusão de mais duas EPIs. 

As gratuidades concedidas pelo sistema estão em análise. O estudo é proposto pelo Poder Executivo, em parceria com o Conselho Municipal de Mobilidade. Foi possível nos últimos meses uma sólida redução de gratuidades, que representavam mais de 30% dos usuários transportados no sistema.

No mês de janeiro, as gratuidades representaram cerca de 20%, com estimativas de maior redução percentual com o aumento de usuários pós-pandemia. O Conselho Municipal de Mobilidade também está, atualmente, discutindo a elaboração de um Plano Diretor de Mobilidade Urbana do Município (Planmob), que abrangerá todo o sistema de transporte coletivo público urbano, propondo meios de aumentar a eficiência do sistema.

O processo licitatório também contempla o transporte dos moradores que residem em áreas do interior do município, atualmente suportado por contratos próprios. O objetivo é de melhorar os serviços para este público-alvo, aumentando a base de usuários do sistema e gerando incremento de receitas para a concessionária.

Comentários CORRIGIR TEXTO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300