Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
SOLIDARIEDADE Notícia da edição impressa de 02/03/2021. Alterada em 08/03 às 03h00min

Voluntário reforma área pediátrica do Hospital Universitário de Pelotas

Quartos, área de circulação e o posto de enfermagem do setor serão totalmente remodelados na ação

Quartos, área de circulação e o posto de enfermagem do setor serão totalmente remodelados na ação


/UCPEL/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Reconhecido pela equipe e até por pacientes do Hospital Universitário São Francisco de Paula, em Pelotas, o voluntário Júlio Moura lidera um novo projeto em prol da instituição, que é o de reformar a ala que atende crianças, a pediatria. Assim como a doação do material utilizado na obra, Moura ainda realiza toda a mão de obra.

De acordo com a engenheira do hospital, Andressa Scholl, serão reformados todos os quartos, a circulação e o posto de enfermagem. Renovação da pintura de paredes e esquadrias, reforma do mobiliário e do piso são as qualificações previstas. "A reforma está sendo realizada pelo Júlio com o apoio da equipe da Manutenção. Essa parceria já foi realizada em 2019 e deu muito certo", comenta.

O gesto solidário do voluntário é responsável por qualificar espaços com atendimento voltado a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Desde o começo da parceria com o hospital da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), Moura já realizou diversas reformas, em espaços como a clínica médica, maternidade, UTI Covid, entre outros. "Também fiz a doação de televisores para todos os quartos da pediatria", completa.

Garantir dignidade para pacientes que dependem do SUS é o que motiva Moura a ajudar hospitais públicos. "É inadmissível, por exemplo, ver as pessoas mais necessitadas, que proporcionalmente mais contribuíram com a saúde pública ao longo de suas vidas, precisarem de leitos e as condições dos quartos não serem das melhores", diz.

Conforme o voluntário, boa parte dos problemas da infraestrutura do SUS, senão a maioria, se dá por falta de recursos governamentais. "Diante disso, me sensibilizo, pois me vejo no lugar dessas pessoas. Então, puxo a responsabilidade para mim e penso: o que eu posso fazer para melhorar as vidas dessas pessoas?", indaga.

Outros hospitais com atendimento SUS, como a Santa Casa e o Hospital Espírita, por exemplo, contam com a parceria de Moura para requalificar espaços. A cada projeto entregue à comunidade, o sentimento é de plenitude. "Geralmente, eu me emociono ao ver as pessoas desfrutando dos espaços que revitalizei. É notório como isso afeta positivamente suas vidas, me parece que elas ficam mais dispostas, alegres, e isso me faz um bem tremendo", finaliza.

Comentários CORRIGIR TEXTO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300