Decreto proíbe a permanência de pessoas em praças, parques e na orla de Pelotas - Jornal Cidades
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
MUNICÍPIOS Notícia da edição impressa de 27/11/2020. Alterada em 30/11 às 03h00min

Decreto proíbe a permanência de pessoas em praças, parques e na orla de Pelotas

Locais só poderão ser utilizados para quem estiver de passagem

Locais só poderão ser utilizados para quem estiver de passagem


/GUSTAVO MANSUR/DIVULGAÇÃO/CIDADES

A prefeitura de Pelotas anunciou a retomada da restrição da permanência de pessoas em locais públicos da cidade. O município define ainda, nesta semana, a possibilidade de ampliar leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na rede Covid, ou o fim do zoneamento hospitalar, para atender pacientes suspeitos ou confirmados para coronavírus.

O novo decreto proíbe a permanência em locais públicos como praças, parques, praias - inclusive nas orlas - calçadões ou pontos semelhantes. Os cidadãos não poderão sentar-se em bancos desses lugares e ali permanecer, como forma de evitar aglomerações. O Parque da Baronesa será fechado. A normativa admite, apenas, movimentações de natureza transitória, ou seja, as pessoas poderão circular para fins de atividade física ou de passagem pelas áreas consideradas de lazer, desde que de forma individual ou em duplas.

A prefeitura também esclarece que, nesta semana, os hospitais da rede Covid - com alas dedicadas a pacientes suspeitos ou confirmados para infecção pelo coronavírus - devem responder sobre a possibilidade de ampliação de 10 leitos de UTI. A dificuldade enfrentada para concretizar o aumento no número de vagas para casos mais graves dá-se pela falta de profissionais de saúde para completar a equipe necessária ao funcionamento dos leitos. Até quinta-feira, ainda faltavam quatro médicos para compor a equipe. Se não ocorrer a ampliação, deve ser desativado o zoneamento, o que habilitará todos os hospitais de Pelotas a receberem casos de síndromes gripais.

Além disso, foi iniciada nesta semana uma campanha pelo uso de máscaras. A Guarda Municipal está distribuindo máscaras, além de fiscalizar o uso da peça de proteção facial. A operação é efetivada em locais com registro de maior incidência do novo coronavírus nas duas últimas semanas

Comentários CORRIGIR TEXTO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300