Investigação apura possibilidade de fraude em Agudo - Jornal Cidades
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
MUNICÍPIOS Notícia da edição impressa de 27/11/2020. Alterada em 27/11 às 03h00min

Investigação apura possibilidade de fraude em Agudo

O Ministério Público do Rio Grande do Sul e a Polícia Civil deflagraram, na quinta-feira, a Operação Patrulha do Ouro, cumprindo seis mandados de busca e apreensão expedidos pela 119ª Zona Eleitoral do Rio Grande do Sul em residências e empresas, no município de Agudo. A investigação apura possíveis irregularidades cíveis e criminais ocorridas no ano de 2020, entre elas, fraude de licitação, captação ilícita de sufrágio, abuso de poder econômico, corrupção eleitoral e associação criminosa.
Segundo informações obtidas, os investigados fraudaram licitações no município com fins eleitorais. Após a análise do material apreendido na operação - aparelhos celulares, documentos e anotações -, o Ministério Público verificará a necessidade de novas diligências ou tomará as medidas judiciais cabíveis, caso os elementos colhidos sejam suficientes para a análise conclusiva dos fatos.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300