Doação de recursos fomentam pesquisas no Vale do Taquari - Jornal Cidades
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
SAÚDE Notícia da edição impressa de 28/09/2020. Alterada em 28/09 às 03h00min

Doação de recursos fomentam pesquisas no Vale do Taquari

Em julho deste ano, a BRF doou R$ 100 mil ao Parque Científico e Tecnológico do Vale do Taquari (Tecnovates) para o desenvolvimento de estudos e projetos relacionados à Covid-19 e à saúde pública. Dois meses depois, o investimento no avanço de três projetos que podem resultar em benefícios para a sociedade: um busca um exame mais rápido e acessível para detectar o vírus, outro para o desenvolvimento de medicamentos e o terceiro, uma alternativa para desinfecção de ambientes.

A doação da empresa faz parte dos R$ 7 milhões destinados para fundos de pesquisas dos principais centros de estudos brasileiros direcionados a protocolos de tratamento, diagnóstico e desenvolvimento de medicamentos para o combate ao novo coronavírus. "O valor permitiu colocar à disposição da sociedade uma quantidade de informações e de testes que aumentaram a capacidade de entendimento do comportamento do vírus e de sua disseminação", resume o diretor de Serviços em Saúde da Univates, Jairo Hoerlle.

Até agora, a BRF é a única fonte de financiamento externo recebido por um projeto que procura um exame mais rápido e barato para detectar o vírus pela saliva em vez de pela secreção coletada do nariz e da garganta para o RT-PCR. Com o projeto, a professora Daiane Heidrich busca uma tecnologia alternativa que possa ser utilizada pela população do Vale do Taquari, por meio do apoio e interesse das redes municipais de saúde. "Em uma única aplicação de saliva de um indivíduo no equipamento serão obtidos resultados relacionados à detecção de Sars-CoV-2 em poucos minutos. Além da maior rapidez, a utilização da ferramenta FT-IR gera menor custo e menor impacto ambiental com a mesma robustez, sensibilidade e especificidade que o RT-PCR", explica Daiane

Comentários CORRIGIR TEXTO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300