Após chuvas, barragens de Bagé chegam ao limite da capacidade - Jornal Cidades
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
CLIMA Notícia da edição impressa de 15/09/2020. Alterada em 16/09 às 03h00min

Após chuvas, barragens de Bagé chegam ao limite da capacidade

Com as chuvas do final de semana, a barragem da Sanga Rasa, em Bagé, chegou ao seu nível máximo e verteu. O reservatório não enchia desde outubro do ano passado. As outras duas barragens que abastecem Bagé, a do Piraí e a Emergencial, também estão em sua capacidade plena.
Somente no sábado e domingo, foram registrados 40 milímetros de precipitação na Sanga Rasa. Na Emergencial, foram 36 milímetros e no Piraí 44 milímetros. O acumulado de chuvas do mês de setembro, que é registrado na Estação de Tratamento de Água (ETA), está em 68,2 milímetros.
O Departamento de Água, Arroios e Esgoto de Bagé (Daeb) avalia de forma muito positiva o fato de todas as barragens da cidade estarem nos seus níveis máximos, já que há previsão do último trimestre do ano ser mais seco devido ao fenômeno La Niña. A cidade chegou a conviver com severo racionamento no início do ano.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300