São Leopoldo quer a criação de programa estadual de microcrédito - Jornal Cidades
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
ECONOMIA Notícia da edição impressa de 01/09/2020. Alterada em 01/09 às 03h00min

São Leopoldo quer a criação de programa estadual de microcrédito

Prefeito Ary Vanazzi entregou a Eduardo Leite proposta para empresas

Prefeito Ary Vanazzi entregou a Eduardo Leite proposta para empresas


/AMVARS/DIVULGAÇÃO/CIDADES

A prefeitura de São Leopoldo, buscando alternativas de enfrentamento da crise econômica que atinge o setor empresarial, propôs ao governo estadual a criação de um fundo de microcrédito, através do Banrisul para recuperação pós-pandemia. O prefeito Ary Vanazzi entregou pessoalmente ao governador Eduardo Leite a proposta de criação do mecanismo de apoio econômico, especialmente aos setores mais atingidos pela pandemia do novo coronavírus.

A entrega foi realizada durante a reunião de prefeitos da região do Vale dos Sinos em Novo Hamburgo, que debateu a proposta de reforma tributária em análise na Assembleia Legislativa. "Precisamos pensar em recuperação, especialmente para os micro, pequenos e médios empresários, que sofrem e continuarão sofrendo perdas por causa da pandemia da Covid-19", disse o prefeito ao governador. Eduardo Leite recebeu a proposta e adiantou que já existe estudo neste sentido junto ao Banrisul

O auxílio englobaria profissionais de áreas como transporte escolar, bares, restaurantes, academias e comércios em geral. A sugestão é para que as operações de créditos tenham 12 meses de carência e até 24 meses para pagar, que os encargos seja somente a correção pela Selic.

Incluso no pedido município está a elaboração de um plano emergencial de auxílio aos seguintes setores: transportadores escolares; escolas de educação infantil; escolas de cursos livres; autônomos, empresários e empregados da cadeia produtiva de eventos; empreendimentos do ramo das atividades esportivas; empreendimentos de turismo e gastronomia. Há também uma demanda para uma iniciativa, com contrapartida dos municípios, para a manutenção de emprego e renda nesses setores, com a retomada do programa estadual de microcrédito com rebate de 50 % da taxa de juros pelo estado e 30% pelos municípios e auxílio emergencial estadual as categorias vetadas pelo governo federal. O governo estadual deve avaliar os pedidos nos próximos dias.

Comentários CORRIGIR TEXTO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300