'Hotel' de abelhas ajuda na preservação da espécie em Tio Hugo - Jornal Cidades
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
AGRONEGÓCIOS Notícia da edição impressa de 14/08/2020. Alterada em 17/08 às 03h00min

'Hotel' de abelhas ajuda na preservação da espécie em Tio Hugo

Objetivo é viabilizar a proteção dos insetos que se separam de grupos

Objetivo é viabilizar a proteção dos insetos que se separam de grupos


/PREFEITURA DE TIO HUGO/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Um hotel para abelhas, inicialmente pode soar um pouco estranho, mas esse tipo de estrutura existe. O seu objetivo é proteger as chamadas "abelhas solitárias" que convivem em pequenos grupos. Normalmente, esses insetos vivem em cavidades no solo ou em troncos de árvores, já que não costumam habitar colmeias.

Tio Hugo recebeu dois hotéis para abelhas nesta semana. Um foi instalado ao lado da secretaria municipal de Agricultura e Meio Ambiente, e o outro na escola Antonio Parreiras. Para receber essa estrutura gratuitamente, o município aderiu ao programa "Bee care" desenvolvido pela empresa alemã Bayer. O critério para adesão a esse importante projeto, é contar com iniciativas que promovam a preservação de abelhas. 

De acordo com o engenheiro agrônomo do município, Osvaldo Lima, o hotel para abelhas foi conhecido durante a Expodireto Cotrijal deste ano. A partir de então, foi iniciado o processo para adesão ao programa da empresa alemã e que agora foi consolidada com o recebimento das estruturas. "Os hotéis são de madeira em forma de favo de mel. Neles são inseridos troncos de árvores com diferentes perfurações, que funcionam por sua vez como casinhas para os insetos. Essa iniciativa foi criada para proteger as abelhas solitárias, que não tem o costume de viver em colmeias e enfrentam dificuldades para viver em seu habitat natural", explica Osvaldo.

As abelhas são essenciais para a vida, já que polinizam e promovem a reprodução de diversas espécies de plantas. Segundo Osvaldo, o hotel foi projetado para que esses insetos polinizadores possam fazer sua morada. "Toda e qualquer ação desenvolvida para proteger as abelhas merece sempre o destaque. A população desses insetos está diminuindo com o passar do tempo. Por isso, devemos nos preocupar com a sua preservação", frisou.

Comentários CORRIGIR TEXTO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300