Programa de genética faz aumentar a produção de leite em Venâncio Aires - Jornal Cidades
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
AGRONEGÓCIOS Notícia da edição impressa de 14/08/2020. Alterada em 17/08 às 03h00min

Programa de genética faz aumentar a produção de leite em Venâncio Aires

Com sêmen de touros provados, rebanho apresentou maior eficiência

Com sêmen de touros provados, rebanho apresentou maior eficiência


/VANESSA BEHLING/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Um programa de melhoramento genético do gado leiteiro, instituído em 2018 em Venâncio Aires, está em sua terceira edição. Neste ano, foram contemplados 13 produtores que buscam, a partir da aquisição de doses de sêmen de touros provados, uma maior eficiência do rebanho na produção.

A iniciativa é desenvolvida pela secretaria de Agricultura em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e Grupo do Leite de Venâncio Aires. Na primeira edição foram oito produtores habilitados. Já no ano passado nove foram beneficiados e neste ano, 13 produtores receberam o apoio para a compra de sêmen. O edital deste ano destinou R$ 25 mil, mas até agora foi aplicado pouco mais de R$  mil. O valor é oriundo do Fundo Municipal do Desenvolvimento Rural. Os produtores habilitados ganharam um auxilio de R$ 35,00 em dose de sêmen, respeitando 50 doses por propriedade.

Ao todo, o município possui 165 produtores de leite. Entre eles - que participa pela terceira vez do programa - está o casal produtor Ângelo Batista Reis e Lisane Michele Franck. Moradores de Linha Harmonia da Costa, iniciaram a produção leiteira em 2013 com oito vacas. Hoje, com 51 animais da raça holandesa, sendo 44 em fase de lactação, produzem cerca de 820 litros por dia. A partir do benefício nos três editais, o casal já conseguiu 11 crias, e ainda será feita a inseminação do total de 44 doses adquiridas.

Com a alteração do programa, no qual antes os produtores recebiam apenas o serviço de inseminação e não podiam escolher raça, agora lhes é ofertado um auxílio para compra do sêmen. Com isso conseguem uma mudança e resultados mais rápidos. Para o próximo ano, a expectativa é aprimorar o programa com duas opções de escolha dos produtores. A forma tradicional, de sêmen normal, no qual pode nascer fêmea ou machos; e o sêmen sexado, em que se tem uma certeza maior de as crias serem fêmeas.

Comentários CORRIGIR TEXTO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300