Bento Gonçalves quer implantar ferramenta para monitorar a Covid-19 - Jornal Cidades
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
CORONAVÍRUS Notícia da edição impressa de 27/07/2020. Alterada em 27/07 às 03h00min

Bento Gonçalves quer implantar ferramenta para monitorar a Covid-19

Usada em Gramado, Smart Tracking mostra por onde uma pessoa infectada passou nos 15 dias anteriores

Usada em Gramado, Smart Tracking mostra por onde uma pessoa infectada passou nos 15 dias anteriores


/DAVI DA ROLD/DIVULGAÇÃO/CIDADES

A prefeitura de Bento Gonçalves, junto com o Observatório Turístico, estuda a implantação de uma nova plataforma para monitorar a Covid-19 no município. A Smart Tracking visa auxiliar na contenção da propagação do vírus, ainda no período de incubação da doença.

A plataforma não identifica os usuários e foi desenhada de acordo com as regras da nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). O prefeito Guilherme Pasin e o secretário de Turismo, Rodrigo Ferri Parisotto apresentaram a plataforma para os presidentes e representantes de entidades do comércio, indústria, turismo, alimentação, transporte, entre outros.

De acordo com a CEO da Smart Tour Brasil, Jucelha Carvalho o mapeamento leva em conta estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços por onde a pessoa tenha passado por até 15 dias antes do diagnóstico. A informação serve para alertar as autoridades sanitárias e os próprios donos dos empreendimentos sobre a ocorrência de pessoa contaminada, medida considerada importante para tomada de ações de prevenção. Outras pessoas que tenham passado pelos mesmos ambientes no dia e horário que o paciente testado positivo passou também serão avisadas.

"Um dos objetivos da ferramenta é que as pessoas se sintam mais seguras. Sabemos que um dos maiores problemas do setor de saúde é identificar os contatos durante o período de incubação da doença, pois a pessoa não tem qualquer sintoma. Para haver sucesso nessa iniciativa todos devem trabalhar em conjunto, como uma rede de cooperação e com isso gerar o máximo de segurança à população local neste momento tão delicado pelo qual passamos", destaca a CEO.

O secretário de Turismo salientou que a ferramenta não tem custo e a operação é simples. Os estabelecimentos comerciais se cadastram na plataforma e recebem para impressão um QR Code, que fica à vista dos clientes. "Basta fazer um rápido cadastro e o cliente passa a integrar o banco de dados, sem a necessidade de baixar aplicativos. E sempre que ele for a um novo estabelecimento, lê o QR Code do local, como uma espécie de check-in", explicou Parisotto.

No Brasil, a plataforma é utilizada em Santa Catarina (Florianópolis, São Bento do Sul e Itapiranga) além de Gramado. A ideia, com a instalação, é ter maior controle, principalmente com turistas, visto que o Vale dos Vinhedos atrai milhares de pessoas por ano.

Comentários CORRIGIR TEXTO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300