Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR
CORONAVÍRUS Notícia da edição impressa de 29/06/2020. Alterada em 03/07 às 15h31min

Vírus começa a se disseminar pelos bairros de Pelotas

Pesquisa foi realizada com base em 211 casos confirmados, registrados até o dia 24 de junho

Pesquisa foi realizada com base em 211 casos confirmados, registrados até o dia 24 de junho


MICHEL CORVELLO/DIVULGAÇÃO/CIDADES
A Vigilância Epidemiológica de Pelotas, em parceria com o Observatório de Segurança Pública de Pelotas, disponibilizou o zoneamento do novo coronavírus no município. A pesquisa foi realizada com base em 211 casos confirmados, registrados até o dia 24 de junho.
 Deste total, 34% dos positivos residem no Centro, região com maior incidência do vírus na cidade. Entretanto, ao longo das quatro semanas de pesquisa, foi constatado o aumento de positivos entre moradores dos bairros. Enquanto na primeira pesquisa, divulgada no dia 3 de junho, o Centro concentrava 46% dos positivos, agora reúne 39%. O Areal é a segunda região mais atingida, com 17% de infectados, seguida das Três Vendas (15%), Fragata (13%), São Gonçalo (10%) e Laranjal (9%). A Zona Rural e a Barragem têm 1% cada.
 Segundo uma das coordenadoras do observatório, Andréa Lopes, a metodologia para realizar o mapeamento dos casos confirmados é o mesmo utilizado para a área criminal. "Pegamos a planilha enviada pela Vigilância Epidemiológica (Vigep), padronizamos os endereços, fizemos o processo de geocodificação, dando coordenadas geográficas a cada um dos pontos, depois colocamos os pontos em um software de geoprocessamento e, então, trabalhamos com a malha urbana de Pelotas", explicou.
 A Vigilância destaca que o zoneamento não expõe e nem identifica nenhum paciente, mantendo sua privacidade. A secretaria municipal de Saúde segue o protocolo de testagem indicado pela pasta estdual e de isolamento para cada caso, o qual é individualmente planejado, podendo ser atendidos pela atenção básica ou pelo seu médico particular, sendo monitorado a cada 48h para analisar o quadro clínico do paciente.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300