USFM envia ofício à Unesco para reconhecimento de geoparque - Jornal Cidades
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
PESQUISA Notícia da edição impressa de 25/06/2020. Alterada em 25/06 às 18h24min

USFM envia ofício à Unesco para reconhecimento de geoparque

Projeto, que envolve nove municípios, são usados para atividades que envolvem a educação patrimonial

Projeto, que envolve nove municípios, são usados para atividades que envolvem a educação patrimonial


/FACEBOOK GEOPARQUE QUARTA COLÔNIA/REPRODUÇÃO/CIDADES
Foi realizada nesta semana a assinatura da carta de intenções do projeto Geoparque Quarta Colônia, no Centro de Apoio à Pesquisa Paleontológica da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). O documento será encaminhado ao Ministério das Relações Exteriores do Brasil, responsável por remeter a carta para a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).
 Para o prefeito de Nova Palma e presidente do Consórcio para o Desenvolvimento Sustentável da Quarta Colônia (Condesus), André Luiz Rossato, o projeto é a oportunidade que a região tem de entrar na rota do turismo mundial. Ele também lembrou do trabalho desenvolvido, pelo consórcio junto ao governo federal, para que o projeto se concretizasse nos municípios da região.
 A coordenadora institucional do projeto Geoparques na UFSM, Jaciele Carine Sell, ressaltou a importância do documento para que a região receba o selo de Geoparques da Unesco. Se a carta for aceita pela instituição, a região passa a ser denominada de Geoparque Aspirante Unesco, e não mais projeto Geoparque. Apesar de parecer algo simples, Jaciele lembra que esse processo é uma forma de dar visibilidade ao projeto e ao trabalho desenvolvido pela UFSM, além de trazer os olhares internacionais para o território.
Os geoparques são espaços de interdisciplinaridade, nos quais as atividades que envolvem o patrimônio cultural são diretamente relacionadas com outros conceitos, como gestão integrada de território ou educação. A proposta compreende a educação patrimonial como elo que reúne os atores sociais envolvidos através das escolas nos municípios, como os pais, estudantes, professores e técnicos em educação que atuam na escola.
 Atualmente, no país, há somente um território certificado pela Unesco. Na UFSM, existem dois projetos sendo conduzidos em parceria com organizações locais um na região da Quarta Colônia e um na cidade de Caçapava do Sul. Após a assinatura da carta, uma versão em português e uma em inglês do documento será enviado ao Itamaraty, para seguir os trâmites legais até chegar à Unesco. O território da Quarta Colônia é composto por nove municípios gaúchos: Agudo, Dona Francisca, Faxinal do Soturno, Ivorá, Nova Palma, Pinhal Grande, Restinga Seca, São João do Polêsine e Silveira Martins.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300