Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR
MEIO AMBIENTE Notícia da edição impressa de 21/05/2020. Alterada em 21/05 às 09h32min

Consórcio de municípios do Vale do Sinos seleciona projetos voltados a resíduos

Visita a Coopertinga, cooperativa de reciclagem de resíduos sólidos para o Responsabilidade Social

Visita a Coopertinga, cooperativa de reciclagem de resíduos sólidos para o Responsabilidade Social


MARCELO G. RIBEIRO/arquivo/JC
Em busca de uma solução regional para a gestão dos resíduos sólidos urbanos, o Consórcio Pró-Sinos está mobilizando os 28 municípios consorciados para estruturar uma proposta conjunta a ser apresentada em edital de chamamento público da Caixa Econômica Federal. O objetivo é estruturar uma Parceria Público-Privada (PPP) para gestão sustentável do resíduo urbano - um dos maiores problemas das cidades em geral. No processo de gestão de resíduos sólidos, são considerados coleta, transporte, manejo para reutilização e reciclagem, tratamento e destinação adequada dos resíduos.
A Caixa cadastrará propostas até a primeira quinzena de julho. Serão selecionados projetos que beneficiem grupos de municípios, dando prioridade a consórcios públicos que visem a solução regional para manejo de resíduos sólidos urbanos. Os grupos terão de dois a 20 municípios contíguos, somando mais de 300 mil habitantes. Serão financiados projetos com valores entre pouco mais de R$ 5 milhões e pouco mais de R$ 16 milhões, dependendo das características da proposta e da população dos municípios envolvidos. A instituição financeira dará suporte técnico e auxiliará na modelagem e estruturação do projeto, prestando assessoria.
Os municípios deverão comprometer-se a participar do custo do projeto oferecendo uma contrapartida de 10% ou da totalidade. Os valores investidos no desenvolvimento do projeto retornarão para os promotores da iniciativa (Caixa e municípios) assim que o parceiro privado for escolhido por meio de processo de licitação. "Queremos, juntamente com os municípios interessados na proposta, construir uma PPP. Esse projeto não trará resultados em curto prazo, pois deve ser bem mapeado e estruturado", destacou o presidente do Pró-Sinos, Leonardo Pascoal, que também é prefeito de Esteio.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300