Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR
CORONAVÍRUS Notícia da edição impressa de 08/05/2020. Alterada em 08/05 às 03h00min

São Borja redobra a atenção após primeiros casos de Covid-19

Após ter os dois primeiros casos confirmados da Covid-19 em São Borja - um envolvendo uma profissional da área de saúde, de 48 anos, e um caminhoneiro, de 44 anos - a prefeitura de São Borja anunciou que pretende redobrar a atenção na cidade. Algumas medidas foram anunciadas pelo prefeito, Eduardo Bonotto, para evitar que o coronavírus se espalhe pelo município da Fronteira Oeste.
 Bonotto diz que, agora com mais razão, será preciso respeitar o decreto que obriga o uso de máscaras e protetores faciais na cidade, que entrou em vigor nesta quinta-feira. Em todos os estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços, instituições financeiras, transporte coletivo e paradas de ônibus, por exemplo, é obrigatório o uso de máscaras. São previstas multas para quem não cumprir a exigência.
 Outro pedido reiterado é que as pessoas abrangidas pelos grupos de risco - idosos e portadores de doenças crônicas - só deixem o ambiente domiciliar nos casos estritamente necessários. A recomendação, ainda, é que nas situações de sintomas gripais ou distúrbios respiratórios, seja procurado o Centro de Triagem na Escola Estadual Getúlio Vargas. O local funciona das 8 às 22 horas. Fora desse horário, deve ser procurado o Pronto Atendimento do Hospital Ivan Goulart.
 O hospital garante estar preparado já há dois meses para atender demandas relacionadas à Covid-19, conforme informa o presidente da Fundação Ivan Goulart, Pedro Machado. As equipes foram treinadas e foi montada infraestrutura operacional. A diretora da instituição, Fernanda Bonotto, orienta que, como medida preventiva, as visitas a pacientes estão suspensas.
 O município prosseguir com o monitoramento nos acessos à cidade. Profissionais de saúde e militares do Exército mantêm abordagens e orientações a quem chega a São Borja. São três os locais de monitoramento: os trevos das BRs 285, 287 e 472 e a Estação Rodoviária.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300