Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR
INFRAESTRUTURA Notícia da edição impressa de 19/03/2020. Alterada em 20/03 às 03h00min

Alunos da Pucrs vão redesenhar rodoviária de São Leopoldo

Ideia é criar um projeto alternativo ao apresentado pela prefeitura para melhorar o centro urbano da cidade

Ideia é criar um projeto alternativo ao apresentado pela prefeitura para melhorar o centro urbano da cidade


/ARQUIVO PESSOAL MARCELO MARTEL/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Estudantes do curso de Arquitetura e Urbanismo da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Pucrs) estão desenvolvendo alternativas de projetos para a Estação Rodoviária de São Leopoldo. A proposta vem de uma disciplina do curso, que trabalha com materiais de aço durante a elaboração das estruturas. A turma visitou o local para conhecer a infraestrutura e conversar sobre os problemas e as necessidades com os arquitetos da prefeitura responsáveis pelo planejamento.

O principal objetivo é elaborar projetos alternativos ao original que foi criado pela prefeitura de São Leopoldo, com a discussão sobre formas de melhorar o centro urbano da cidade e promover o diálogo com a comunidade e seus representantes. Os alunos devem resolver seus projetos obrigatoriamente com uso de materiais industrializados e estruturas de aço, imbatível quanto ao tempo de execução da obra, controle de qualidade final e manutenção. "O aço é sustentável e muito utilizado em outros países por possuir características importantes para este tipo de obra pública, além de ter uma estética arrojada. Projetos de grandes obras, pavilhões expositivos e industriais, ou que necessitam de grandes vãos, geralmente são feitos com o material", explica o professor Marcelo Martel.

A ideia é que os alunos trabalhem com temas e condições reais de clientes. "Aproximamos eles de demandas que impactam o bem-estar social", conta o docente. As propostas tentarão resgatar a vista histórica do Rio dos Sinos e algumas atividades comerciais. Entre os projetos já realizados pela cadeira estão ginásios municipais de treinamento esportivo, mercados públicos, terminais hidroviários, associações de moradores, quadras de escolas de samba, aeroportos, concessionárias e estações de metrô.

Atualmente, a Estação Rodoviária de São Leopoldo atende empresas com linhas de ônibus intermunicipais e interestaduais, que prestam serviços para as mais diversas localidades. No coração da cidade, fica rodeada por prédios, casas e locais históricos, como a Praça do Imigrante, monumento em homenagem à imigração alemã e Ponte 25 de Julho, a primeira do Rio dos Sinos, construída no século XIX. Além disso, há um posto da Brigada Militar que está desativado, e a intenção é que, com a reforma e readequação dos espaços, ele volte a funcionar para segurança dos passageiros.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300