Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR
MOBILIDADE URBANA Notícia da edição impressa de 09/03/2020. Alterada em 11/03 às 03h00min

Prefeitura de Lajeado começa a elaborar plano para melhorar circulação na cidade

A prefeitura de Lajeado deu início à elaboração do Plano de Mobilidade Urbana da cidade. O plano é uma exigência legal para que municípios possam solicitar recursos para investir em obras de mobilidade. A empresa contratada por licitação para elaborar o plano de Lajeado começou o trabalho na semana passada. 

Mais de 90 pessoas participaram da audiência pública, realizada no Plenário da Câmara de Vereadores. Após abertura do evento pelo secretário municipal do Planejamento e Urbanismo, Rafael Zanatta, a consultora da empresa que toca o projeto, Nádia Sudário, fez a apresentação do projeto, os passos, como será a participação popular para sugestões de melhoria e o processo de aprovação via projeto de lei. "O plano de mobilidade urbana é uma construção coletiva, que tem o objetivo de pensar uma cidade com mobilidade para todos, de forma inclusiva, pensando em como facilitar a acessibilidade também para quem tem mobilidade reduzida", disse.

A elaboração do Plano de Mobilidade Urbana de Lajeado será feita considerando quatro eixos: Educação para a mobilidade urbana; Modos não motorizados; Modos motorizados e Sistema viário. Após a apresentação técnica, a comunidade pode fazer sugestões e manifestações durante a audiência pública. Entre as principais sugestões comentadas estavam melhoria do transporte coletivo e dos horários de ônibus, melhorias na sinalização viária - como em faixas de segurança -, melhorias e acessibilidade nas calçadas, e adequações em recuos viários e ciclovias.

Conforme Nádia, a fase de diagnóstico do plano transcorrerá ao longo dos meses de março e abril. Em maio, serão elaboradas as propostas do plano, que serão validadas em novo seminário técnico ao final do mês, e que, depois, irão compor o projeto de lei do plano de mobilidade urbana. Em junho, ocorrerá uma segunda audiência pública para apresentação dos estudos técnicos e dos resultados das pesquisas.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300