Igreja do Porto passa a integrar o patrimônio histórico da cidade - Jornal Cidades
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR |
PELOTAS Notícia da edição impressa de 17/02/2020. Alterada em 21/02 às 03h00min

Igreja do Porto passa a integrar o patrimônio histórico da cidade

Templo religioso também quer reconhecimentos estadual e federal

Templo religioso também quer reconhecimentos estadual e federal


/GUSTAVO VARA/DIVULGAÇÃO/CIDADES

Uma missa na Igreja Sagrado Coração de Jesus, conhecida popularmente como Igreja do Porto, foi rezada com o intuito de expressar gratidão por uma causa específica, alcançada pela comunidade: o tombamento da sede da igreja e o seu reconhecimento como patrimônio histórico, cultural e artístico de Pelotas. A prefeita Paula Mascarenhas realizou a assinatura da lei que oficializa o tombamento do prédio.

O pároco da Igreja Sagrado Coração de Jesus, Wilson Fernandes, ressaltou que o tombamento a nível municipal foi a primeira conquista, e importante etapa para obter reconhecimento enquanto patrimônio a nível estadual e nacional, com o objetivo de captar recursos para a restauração do prédio, preservando sua arquitetura histórica. "Se não temos memória, então não temos história, e sem história a gente não consegue fazer a diferença no mundo de hoje. A Igreja do Porto é muito importante, pois é um local de memória afetiva da comunidade, que estamos trabalhando juntos para preservar. Esse será o principal legado da lei assinada nesta solenidade", destacou o padre.

A paróquia Sagrado Coração de Jesus foi fundada em 1912. As primeiras missas ocorriam em uma casa de madeira, até a transferência para a sede atual, cerca de cinco anos depois, em 1917. Junto com a Igreja Nossa Senhora da Luz, localizada no Centro de Pelotas, a Sagrado Coração foi criada para expandir a fé católica na cidade. O templo começou a promover a Festa de Nossa Senhora dos Navegantes, que movimentava a comunidade do bairro, em procissões pelas ruas e por água, no Canal São Gonçalo. "Os templos religiosos têm uma relação muito forte com o espaço urbano e a cidade. Para quem chega em Pelotas pelo Sul, a primeira igreja que se vê é a do Porto, que se destaca na paisagem. É uma referência para a história de Pelotas", disse a prefeita. 

Comentários CORRIGIR TEXTO
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300