Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR
SANTO ÂNGELO Notícia da edição impressa de 10/02/2020. Alterada em 10/02 às 03h00min

Estação de esgoto deve ser entregue até o fim do mês

O prefeito de Santo Ângelo, Jacques Barbosa, visitou obras que estão sendo realizadas pela Corsan em Santo Ângelo. Ao lado do superintendente da companhia, João Corim da Rosa, da promotora Paula Mohr e do secretário municipal de Meio Ambiente, Francisco Medeiros, Jacques visitou a obra que está sendo realizada na rua Miguel Couto, bairro Menges, e também na estação de bombeamento de esgoto do bairro Pilau.

A estação de bombeamento do bairro Pilau permitirá o recolhimento do esgoto do Residencial Romeu Loureiro, além da vizinhança e de parte do bairro Pippi. Esse esgoto será bombeado e levado até a Estação de Tratamento Índia Lindóia. O investimento é de R$ 3 milhões e resta apenas a ligação de energia elétrica para que o bombeamento entre em funcionamento, o que deve ocorrer ainda no mês de fevereiro.

 Essas são obras integram o projeto com investimentos na ordem de R$ 19 milhões em Santo Ângelo, cuja ordem de serviço foi assinada em dezembro do ano passado. Estão sendo realizadas obras importantes para universalizar o atendimento com esgotamento sanitário na cidade. Cerca de 11% das obras previstas já foram realizadas. Corim afirma que além da implantação de redes de esgotos serão instaladas quatro estações de bombeamento. A meta é a ligação de 4.711 economias ao sistema de esgoto sanitário, resultando em um salto expressivo no nível de universalização do serviço. O prazo de conclusão das obras é de 90 meses.

 O secretário Francisco Medeiros lembou da importância da comunidade conectar seus imóveis à rede. São duas mil economias que estão aptas para essa ligação. "A rede estando disponível, o cidadão já está pagando pelo serviço, mesmo que não tenha a ligação", ressaltou.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300