Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR
BENTO GONÇALVES Notícia da edição impressa de 17/01/2020. Alterada em 20/01 às 03h00min

Hospital abre seleção para contratar 100 profissionais

O Hospital Tacchini, de Bento Gonçalves, está realizando obras de ampliação da sua Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulta, as quais devem ser concluídas nos próximos meses. Para suprir essa demanda, a instituição busca agora contratar, de forma imediata, estes 100 profissionais, principalmente Técnicos de Enfermagem e Enfermeiros. Deste total, 40 atuarão diretamente na UTI Adulto e os demais, nas diversas unidades assistenciais da instituição.

Há ainda vagas para médicos, preferencialmente intensivistas, além de médicos com experiência em UTI com residência clínica, em cardiologia, pneumologia e neurologia, entre outros. Para o decorrer do primeiro semestre, serão abertos 10 novos leitos na UTI Adulta. Além de maior área, o setor será totalmente modernizado em termos de equipamentos, todos de última geração. "Isso vai exigir dos futuros profissionais um conhecimento amplo na área", anuncia o gerente de Gestão de Pessoas, Augusto do Amaral. Além de equipamentos com estativas, que proporcionam mobilidade e flexibilidade, haverá um dispensador eletrônico de medicamentos, acionado através de biometria digital. "Paralelo a isso, já está implantado o prontuário eletrônico, que dispensa o uso do papel e estará presente em todos os leitos", explica.

Hoje, o hospital é a empresa privada com maior número de funcionários em Bento Gonçalves, ficando atrás apenas da prefeitura. São mais de 2.100 funcionários e, mesmo assim, na área assistencial, carece de mão de obra qualificada e que se identifique com o perfil que a rotina exige, ou seja, comprometimento, empatia, humanização, pró-atividade e, acima de tudo, conhecimento. "Seguidamente realizamos seleção para contratar estes profissionais, recrutando profissionais de diversos municípios, como Caxias do Sul e Veranópolis, entre outros", relata Amaral.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300