Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR
ESTEIO Notícia da edição impressa de 06/01/2020. Alterada em 06/01 às 03h00min

Projeto irá doar até 20 refeições para moradores de rua na cidade

Parceria entre o Executivo municipal e restaurantes locais forncerá pratos em embalagens de 700 gramas

Parceria entre o Executivo municipal e restaurantes locais forncerá pratos em embalagens de 700 gramas


/JONATHAN HECKLER/ARQUIVO/CIDADES

Um dos projetos instalados na Casa da Solidariedade, inaugurada em dezembro, o Refeição Solidária prevê a distribuição diária de até 20 refeições gratuitas para moradores em situação de rua cadastrados junto à secretaria municipal de Cidadania, Trabalho e Empreendedorismo. Os alimentos serão doados à prefeitura, voluntariamente, por restaurantes do município que tenham interesse em participar da iniciativa. Para tanto, os empresários precisam fazer seu cadastro junto à prefeitura.

A documentação para aderir ao projeto, que pode ser consultada online, deve ser entregue no setor de Licitações (rua Engenheiro Hener de Souza Nunes, 150, de segunda a sexta-feira, das 12h30 às 18h). Após a análise dos documentos e estando a empresa habilitada a fornecer os alimentos, será assinado um contrato com vigência de até 12 meses, e o restaurante credenciado receberá o Selo Empresa Solidária. Por se tratar de uma doação voluntária, não haverá pagamento ao restaurante credenciado pela entrega dos alimentos.

A secretaria fará a coleta dos alimentos nos restaurantes cadastrados. A refeição deverá ser preparada e condicionada em embalagens individuais, com capacidade para 700 gramas fornecidas pela secretaria, de acordo com as normas e os critérios estabelecidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A entrega às pessoas em situação de rua ocorrerá na Casa da Solidariedade e será registrada em planilha.

A Casa da Solidariedade é mais uma porta de entrada de pessoas em vulnerabilidade social em programas, projetos e ações oferecidos no município. Conforme o projeto, serão disponibilizados no local a Loja Social Fixa, onde esteienses em vulnerabilidade social poderão escolher e levar para casas roupas sem nenhum custo, além da Refeição Solidária.

A Loja Social fixa será aberta dois dias na semana, quartas-feiras pela manhã e quintas à tarde, a partir desta semana. Quem precisar de roupas poderá ir ao local e escolher até dez peças, que poderão ser levadas para casa sem nenhum custo, assim como funciona a Loja Social móvel, que integra a Campanha do Agasalho esteiense e que percorre bairros e comunidades de Esteio para entregar roupas e calçados..

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300