Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR
PELOTAS Notícia da edição impressa de 27/11/2019. Alterada em 27/11 às 03h00min

Campanha mais que dobra número de doadores de sangue

Mais de 110 pessoas procuraram o Hemocentro Regional de Pelotas (Hemopel) para doar sangue no Dia Nacional do Doador Voluntário, comemorado no dia 25. O número representa mais que o dobro da média diária de doadores, que é de 50 pessoas, e significa importante contribuição aos estoques de sangue do local, que atende municípios da 3ª e da 7ª Coordenadorias Regionais de Saúde (Zona Sul e Campanha), garantindo o fornecimento de sangue para as instituições públicas de saúde destas regiões, incluindo o Pronto Socorro de Pelotas e 13 hospitais.

 Conquistar a fidelidade dos doadores é, aliás, um dos desafios enfrentados pela equipe do Hemopel. Para isso, eles aproveitam as datas especiais para esclarecer dúvidas e, com a ajuda de parceiros, entregar brindes a quem vai até o local fazer a doação. "Doo desde os 18 anos e sei o quanto é importante e a diferença que faz na vida de quem precisa, por isso faço questão de vir sempre, não só em datas especiais", garante a dona de casa Eliane Machado, 44 anos. Para a professora Ângela Manetti, 45 anos, se cada um doasse pelo menos uma vez no ano, os estoques se manteriam.

 De acordo com o Ministério da Saúde, uma única bolsa de sangue pode salvar até quatro vidas. No caso de Pelotas, o ideal seria a manutenção diária de uma média de 80 doações, número um pouco distante das atuais 50. "Em dias especiais, a comunidade sempre vem ao Hemocentro e faz a sua parte. O ideal seria que isso ocorresse todos os dias, o que garantiria a manutenção dos estoques e permitiria que trabalhássemos com mais tranquilidade", explica a diretora do Hemocentro, Gisele Pinto, destacando que os municípios da região também ajudam, enviando doadores ao Hemopel.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300