Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR
SÃO LEOPOLDO Notícia da edição impressa de 04/11/2019. Alterada em 05/11 às 03h00min

Ações pretendem reduzir déficit do Hospital Centenário

Revisão de contratos, busca por receitas externas e maior oferta de leitos particulares estão em pauta

Revisão de contratos, busca por receitas externas e maior oferta de leitos particulares estão em pauta


/JOÃO MATTOS/ARQUIVO/CIDADES

Os resultados de um conjunto de ações que vêm sendo realizadas, visando ao reequilíbrio financeiro do Hospital Centenário para garantir a continuidade do seu funcionamento com assistência de qualidade à população, e projetos que serão implantados a partir de 2020 na instituição, foram apresentados durante coletiva de imprensa com o prefeito, Ary Vanazzi, e com a presidente do Centenário, Lilian Silva. Ambos mostraram algumas atitudes tomadas, principalmente para reduzir os custos e o déficit da instituição.

Revisão de contratos com fornecedores e prestadores de serviços; implantação da regulação interna de leitos; qualificação do faturamento; centralização da dispensação de medicamentos e insumos na farmácia e no almoxarifado; e busca de recursos externos, tais como emendas parlamentares e recursos oriundos de campanhas de arrecadação, são algumas das medidas que resultaram, por exemplo, na economia mensal média de
R$ 361,4 mil, o que, consequentemente, contribuiu para a diminuição do déficit mensal, de R$ 1,5 milhão para R$ 700 mil, em média.

"Hoje, é um dia histórico para a saúde em São Leopoldo, porque apresentamos os primeiros resultados de um processo de debate que vem sendo feito desde 2017 sobre o Hospital Centenário", ressaltou o prefeito, referindo-se às restrições de alguns serviços prestados pelo hospital, a partir de maio deste ano, em razão da crise financeira gerada pela insuficiência de recursos, principalmente os repasses de responsabilidade do Estado. "Nesse período, constituímos uma discussão na cidade sobre a nossa ideia da prevenção em saúde. Fortalecemos a UPA, abrimos novas unidades de saúde e, em um processo longo de cuidar da saúde das pessoas, fizemos com que o hospital seja referência em urgência e emergência para quem realmente precisa dele. Para isso, precisamos da estrutura básica funcionando e de recursos", enfatizou.

A abertura de uma unidade particular para a maternidade, inicialmente com 10 leitos, garantindo a manutenção daqueles já ofertados via Sistema Único de Saúde (SUS), é um dos principais projetos que serão desenvolvidos a partir do início de 2020. "Essa é uma importante vocação do Hospital Centenário, um marco para a definição do perfil de atendimento da nossa instituição", frisou Lilian Silva. O Hospital Centenário é um serviço de referência em atenção ao parto e ao nascimento, com uma UTI Neonatal Unidade de Isolamento e Unidade Intermediária Neonatal. Segundo ela, além de maior independência financeira, o objetivo, com a nova unidade, é diminuir o índice de leopoldenses que procuram por outros hospitais para o nascimento dos filhos, quem hoje chega a 47%.

Outro importante passo será a readequação da linha de cuidado da saúde da criança, que se caracteriza pelo cuidado ao paciente de 30 dias a 12 anos incompletos. O Centenário possui capacidade instalada de 35 leitos, sendo 26 para internação clínica e nove para emergência. Para isso, buscará a parceria de empresas que se habilitem a adotar a unidade, trabalhando sua ambiência por um período de dois anos. Em troca, será oferecido, além de uma placa de "Empresa Amiga do Hospital Centenário", um incentivo fiscal, cujo projeto foi remetido à Câmara de Vereadores.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300