Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR
SÃO LEOPOLDO Notícia da edição impressa de 09/10/2019. Alterada em 09/10 às 03h00min

Hospital Centenário passará a receber R$ 151 mil a mais para tratamentos oncológicos

O município de São Leopoldo receberá um aporte mensal de R$ 151,8 mil para os serviços de média e alta complexidade em Oncologia prestados pelo Hospital Centenário, a partir de novembro. A liberação do governo federal ocorre um ano e sete meses após a aprovação de uma resolução em que a secretaria estadual de Saúde decidiu pela ampliação dos recursos para a oncologia.

Com os novos valores, a instituição, que hoje recebe R$ 473,4 mil passará a contar com R$ 625 mil por mês para o atendimento de pacientes dos 18 municípios para os quais é referência em oncologia nas especialidades de Urologia, Ginecologia, Cirurgia Geral e Mastologia. "Poderemos qualificar o serviço e diminuir a fila de espera para consultas e cirurgias, por exemplo, já que o incentivo financeiro é utilizado para custear toda a linha de cuidado: consultas, cirurgias e os procedimentos de quimioterapia e radioterapia", explica a presidenta do Hospital Centenário, Lilian Silva.

Atualmente, o Centenário realiza 180 novas consultas por mês e 40 cirurgias oncológicas, aproximadamente. Já as sessões de quimioterapia chegam a 923 mensais, e as de radioterapia somam 916. "É um valor importante, mas que atende apenas em parte o estudo apresentado à pasta estadual da Saúde, que em 2018 apontou a necessidade do acréscimo em mais R$ 337 mil mensais para custear o atendimento", lembra o secretário municipal de Saúde, Ricado Charão. "Somos gratos a todos que auxiliaram no diálogo junto ao Ministério da Saúde para assegurar a liberação do recurso que, ainda insuficiente, irá impactar na atenção prestada aos nossos pacientes", acrescenta.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300