Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR
CANOAS Alterada em 10/10 às 03h00min

Prefeitura irá investir R$ 40 milhões em escolas municipais

Verba será utilizada para reforma e reconstrução de educandários infantis e de Ensino Fundamental

Verba será utilizada para reforma e reconstrução de educandários infantis e de Ensino Fundamental


/VINICIUS THORMANN/DIVULGAÇÃO/CIDADES

"Trabalho há quase 10 anos na rede municipal de ensino de Canoas e nunca tinha visto isso acontecer". O relato da diretora da Escola Infantil Vó Babali, Pâmela Ebling, é sobre os R$ 40 milhões que a prefeitura de Canoas projeta investir na reforma ou reconstrução de 14 escolas. O valor se soma aos R$ 20 milhões já investidos em 2017 e 2018. O anúncio foi realizado em ato que contou com a participação dos representantes do Banco do Brasil, parceiros na iniciativa, comunidade escolar, lideranças municipais e a comunidade canoense.

Os investimentos serão realizados em duas fases distintas, cada uma com aporte financeiro de R$ 20 milhões. Uma delas irá beneficiar 10 escolas ao todo. Sete delas são de educação infantil: Beija Flor, Carinha de Anjo, Tia Lourdes, Pé de Moleque, Bem Me Quer, Cara Melada e Vó Babali. As instituições vão receber melhorias como construção de muros, pórticos de entrada, troca de telhado e pisos, reformas em banheiros, pintura e instalação de aparelhos de climatização nos ambientes necessários.

Também estão contempladas três escolas de Ensino Fundamental: Walter Perachi Barcellos, Rui Cirne Lima e Ministro Rubem Carlos Ludwig. Essas instituições serão totalmente reconstruídas e ampliadas. Eles serão desmanchadas aos poucos e receberão prédios totalmente novos, mais modernos, confortáveis e bonitos.

A próxima fase prevê a reconstrução total de mais quatro escolas: Assis Brasil, Sete de Setembro, Ildo Meneghetti e General Neto. Um protocolo de intenções, entre a prefeitura e o Banco do Brasil, para o financiamento dessa etapa foi assinado durante o ato de anúncio. A verba já está liberada pela instituição financeira. O prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, explica que os investimentos vão beneficiar 4,5 mil alunos do município e que as melhorias são uma demanda antiga, tanto da comunidade escolar, quanto dos canoenses. "Temos sete escolas de ensino fundamental que não temos mais o que fazer a não ser derrubar e construir de novo. E isso é consequência da falta de investimentos ao longo do tempo, algumas escolas não recebiam melhorias há 30 anos", destaca o prefeito.

Já a vice-prefeita, Gisele Uequed, ressalta que os investimentos nas escolas acontecem tanto na infraestrutura, quanto no ensino pedagógico. "Nesta administração, a educação é prioridade, por isso trabalhamos em conjunto para planejar com responsabilidade cada iniciativa para nossas 84 instituições de ensino. Em breve, teremos escolas novas ou reformadas, com mais vagas, com tecnologia e com mais inovações pedagógicas. Para nós, a educação não é gasto, é investimento em uma Canoas que queremos no futuro", salienta Gisele.

Parceiro na iniciativa, o gerente geral da agência Setor Público do Rio Grande do Sul, do Banco do Brasil, Everaldo Antônio Schneider, comenta que os projetos desenvolvidos em Canoas devem servir de exemplo para o Brasil. "Na contramão da maioria dos municípios do país, Canoas tem investido na educação e é por este motivo que sempre seremos parceiros da prefeitura, porque aqui há um comprometimento real com o futuro das nossas crianças", pontua Everaldo.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300