Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

COMENTAR | CORRIGIR
SÃO BORJA Notícia da edição impressa de 25/09/2019. Alterada em 26/09 às 03h00min

Unidade de saúde do município deve atrair 4,2 mil pacientes

A partir desta sexta-feira, as comunidades do bairro Itacherê e vilas Umbu e Leonel Brizola passam a dispor de serviços de excelência na área de Saúde Básica. A população dessa região não estava privada do atendimento, mas, por mais de um ano, teve de ser assistida no Centros de Referência de Assistência Social (Cras) Leonel Brizola. Agora, porém, os serviços voltam para o seu local de origem. 

 A Estratégia de Saúde da Família (ESF) 4, localizada no antigo Centro Social Urbano, fica em uma região com ampla densidade populacional. São diretamente abrangidas 800 famílias e população de 4,2 mil pessoas, considerando o bairro Itacherê e as vilas Umbu e Leonel Brizola. Nas instalações reformadas, a unidade de serviços para a contar com os atendimentos de dois médicos clínicos gerais, um pediatra, um odontólogo, duas enfermeiros e agentes operacionais, além de servidores de apoio. Considerando a região de alta demanda, a unidade também conta com equipe de 10 agentes comunitários de saúde, a maior equipe entre as ESFs da Saúde municipal.

 A coordenadora do programa de Atenção Básica à Saúde, Giovana Bogo, destaca ainda a oferta de uma série de serviços de apoio adicionais a serem oferecidos. Em função de ações mais voltadas à saúde, também funcionarão Grupos de Convivência. Entre as finalidades, neste caso, estão apoio a pacientes hipertensos, ao combate ao tabagismo e sessão de ginásticas.

 A reconstrução da ESF 4 demandou de muito esforço e de uma longa espera. Uma empresa iniciou e depois desistiu das obras, sendo necessário esperar um longo prazo legal para rescisão de contrato. Depois, novas licitações deram desertas. Foi então que equipes da prefeitura, em parceria com o Exército, assumiram a retomada e, finalmente, a conclusão das obras. Em função de um temporal e da deterioração do tempo, as instalações estavam bastante danificadas.

Com a renovação das estruturas, a expectativa é voltar a atender os pacientes da região e, ao mesmo tempo, desafogar as demais unidades que absorveram a demanda durante esse tempo. Com isso, a prefeitura projeta, também, maior qualidade nos serviços prestados à população.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Av. João Pessoa, 1282 - Farroupilha
Porto Alegre - RS - CEP 90040-001
Fone (51) 3213.1300